Processos físicos da 2ª Vice-Presidência do PJSC estão digitalizados e migrados ao eproc

O eproc, que é o sistema eletrônico cedido gratuitamente pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), foi implantado no Judiciário catarinense no final de 2019. Apesar da pandemia da Covid-19, o trabalho de migração dos processos do Sistema de Automação do Judiciário (SAJ) para o eproc no primeiro grau de jurisdição não foi interrompido. O esforço resultou na migração de 1,5 milhão de ações para o novo sistema.

No mês de agosto teve início a digitalização dos autos físicos que, assim como os processos de segundo grau no SAJ, começaram a ser migrados gradualmente para o eproc. Com isso, a DCDP comunicou aos gabinetes do segundo grau que os secretários de câmaras estão à disposição para realizar a migração, nesta primeira etapa, dos agravos de instrumento digitais cujos processos originais já tramitam no eproc no primeiro grau.

Imagens: Ike Botega
Conteúdo: Assessoria de Imprensa/NCI
Responsável: Ângelo Medeiros – Reg. Prof.: SC00445(JP)


Com Agências