Prazo para cadastro do vale-merenda em SP termina nesta quarta (9)

Benefício é válido para alunos da rede municipal; cartões serão entregues em outubro

Termina nesta quarta-feira (9) o prazo para o preenchimento do formulário online para estudantes matriculados na rede municipal de ensino da capital paulista solicitarem o benefício do cartão-merenda, segundo a Secretaria Municipal de Educação, gestão Bruno Covas (PSDB).

Para fazer a solicitação, é preciso preencher um formulário no site da Secretaria Municipal de Educação, com nome completo, data de nascimento e CPF do estudante, nome da escola, código EOL (caso não tenha, basta entrar em contato com a escola), etapa em que está matriculado entre outras informações.

O programa destina um valor mensal para garantir a alimentação dos alunos durante o período de suspensão das aulas. Beneficiários do Bolsa Família ou CADÚNICO (Cadastro Único de Programas Sociais) não precisam fazer o cadastro, pois receberão automaticamente.

Cadeirões de bebês em creche municipal na região do Campo Limpo (zona sul de São Paulo)

As crianças matriculadas em CEIs (Centros de Educação Infantil) receberão R$ 101. Os alunos das Emeis (Escolas Municipais de Educação Infantil) terão R$ 63 e os estudantes do ensino fundamental, R$ 55.

“Após a inscrição, as famílias devem aguardar o contato das unidades escolares, que receberão os cartões em envelopes lacrados e realizarão a conferência das informações. Os cartões devem chegar às unidades escolares na primeira semana de outubro”, diz a secretaria.

Cartão-merenda

O cartão serve para transferência de recurso financeiro de auxílio a alimentação dos estudantes da rede municipal de ensino. Valido durante o período da pandemia do novo coronavírus.

Os valores serão creditados em cartões, que serão entregues às famílias pelas escolas municipais.

  • R$ 101,00 para creche
  • R$ 63,00 para EMEI
  • R$ 55,00 para EMEF

Requisitos necessários para solicitar o serviço:

  • A criança/bebê deve estar matriculado(a) em uma unidade escolar da Rede Municipal de Ensino;
  • A família dessa criança/bebê precisa estar em situação de vulnerabilidade social.

Informações necessárias para solicitar o serviço:

  • Código EOL do(a) estudante (caso não saiba, entre em contato com a escola);
  • Nome completo do(a) estudante;
  • Etapa em que o estudante está matriculado (creche, pré escola, ensino fundamental, ensino médio, EJA ou MOVA);
  • Escola em que o(a) estudante está matriculado(a);
  • Data de nascimento do(a) estudante.

Fonte: Secretaria Municipal de Educação


Com Agências