Paraná fecha 47 mil postos de trabalho no 1º semestre de 2020: ‘Conseguir emprego agora é complicado’, diz desempregado




Segundo o Caged, Paraná teve saldo positivo na construção e agropecuária; apesar dos dados positivos em janeiro, fevereiro e junho, período de pandemia impactou nas demissões. Mais de duas mil vagas de emprego estão sendo oferecidas em todo o Paraná

O Paraná fechou 47.070 postos de trabalho com carteira assinada entre janeiro e junho de 2020, conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado pelo Ministério da Economia nesta terça-feira (28).


O estado apresentou resultado positivo em junho, com a geração de 2,8 mil vagas de trabalho, além de janeiro e fevereiro. Entretanto, entre março e maio os números foram negativos.

Rafael Alves, de 40 anos, mora em Curitiba e é um dos paranaenses que perdeu o emprego em meio à pandemia.


“Até para conseguir emprego agora é complicado, talvez não acreditem que fui demitido por causa da pandemia, aí fica ainda mais difícil se recolocar”, disse o vendedor.


Após quatro meses desempregado, ele foi contratado para trabalhar com vendas em fevereiro de 2020, mas foi demitido no início de abril.


O desempregado relatou que passa dificuldades, pois não conseguiu o Auxílio Emergencial do governo federal. Ele tem enviado currículos para a área de vendas, com que atuava há cinco anos, mas disse que aceitará qualquer emprego para se manter no mercado.


“Tinha sido recém contratado na empresa, fiquei 45 dias e fui demitido por causa da pandemia. Eles tinham mandado os empregados trabalhar em casa, mas não demorou muito e disseram que não conseguiram manter todos. Quando me chamaram para ir na empresa já desconfiei, fiquei muito triste”.


O saldo de geração de empregos formais do Caged corresponde à diferença entre demissões e admissões de trabalhadores em regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).


Atividades econômicas


Conforme o Caged, pelo acumulado do semestre, os setores da construção e agropecuária foram os únicos que tiveram saldo positivo nas contratações.


Comércio: 26.761 postos de trabalho fechados


Serviços: 23.008 postos de trabalho fechados


Indústria: 7.355 postos de trabalho fechados


Agropecuária: 2.654 postos de trabalho gerados


Construção: 7.400 postos de trabalho gerados


Entenda algumas das expressões mais usadas na pandemia do covid-19