Novo ciclone extratropical provoca ventos de até 100 km/h no RS

Um novo ciclone extratropical está avançando do Uruguai ao Rio Grande do Sul nesta quinta-feira (3), provocando ventos que podem variar de 60 a 100 km/h, principalmente no litoral sul do estado. Há também previsão de rajadas mais leves em parte de Santa Catarina.

Segundo alerta do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), há risco de danos, como queda de árvores e destelhamentos, com a passagem do vendaval em ao menos 42 cidades gaúchas, próximas à fronteira com o Uruguai. Porém, de acordo com a Defesa Civil do estado, ainda não há registro de ocorrências.

Ainda nesta quarta-feira (2) à tarde, o Instituto Nacional de Meteorologia na Barra do Chuí registrou ventos de 76 km/h, segundo o MetSul Meteorologia. As regiões mais afetadas, de acordo com o portal, foram os litorais sul e norte gaúcho. As operações no porto de Rio Grande chegaram a ser suspensas devido ao mar agitado, com ondas de até três metros.

O ciclone se formou próximo à costa do país vizinho e deve se estender pelo menos até a tarde desta quinta, de acordo com o Inmet. Apesar do alerta, outros institutos de meteorologia apontam que o fenômeno deve perder força e que os ventos mais fortes já foram registrados na quarta.

A força do ciclone, porém, tem menor potencial do que o do registrado em julho no Sul do país.

Uma frente fria associada ao ciclone também influencia o tempo em Santa Catarina, provocando chuvas mal distribuídas durante todo o dia. Podem ocorrer rajadas de vento de até 70 km/h, mais intensas no litoral sul do estado. A temperatura, segundo o Epagri/SC ( Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina), fica mais amena até o final de semana, mas não há previsão de frio intenso.

O clima de instabilidade também deve ser registrado após a passagem do ciclone por território gaúcho, principalmente na metade norte do estado. Segundo o MetSul, a chuva será irregular.

Na quarta, também foram registradas rajadas de 83 km/h no aeroporto de Laguna del Sauce, departamento de Maldonado, no Uruguai, segundo o MetSul. Em Montevidéu, os ventos atingiram 77 km/h. Também há ocorrências de alagamentos no país vizinho, como na região de Chuí e Santa Vitória do Palmar.


Com Agências