Ministro Celso de Mello deverá decidir sobre sigilo de reunião ministerial até sexta-feira

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), recebeu na tarde desta segunda-feira (18), da equipe da Polícia Federal, coordenada pela delegada Christiane Correa Machado, o pen drive que tem em seu conteúdo a gravação da reunião ministerial de 22 de abril de 2020.

A reunião foi citada pelo ex-ministro da Justiça Sérgio Moro como maneira de comprovar de que Jair Bolsonaro tentou interferir na Polícia Federal. Um inquérito está em andamento no STF,  para investigar as acusações de Moro.

O ministro deve começou a assistir ao vídeo às 18 horas  e decidirá a respeito do levantamento do sigilo, parcial ou total, até o final desta semana. Ao receber o material, o ministro deu a seguinte declaração:

“Recebi a equipe da Polícia Federal , chefiada pela Dra. Christiane Correa Machado, em meu gabinete, na data de hoje, que me atualizou sobre o andamento das investigações criminais e entregou-me um pen drive contendo vídeo e áudio da reunião ministerial de 22/4/2020. Após esse encontro, comecei , agora, a assistir ao vídeo, devendo liberar minha decisão até esta próxima 6a. feira, dia 22/05, talvez antes!”

RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me
YOUTUBE
Leitores On Line