Mercado europeu fecha em alta com foco em estímulos dos EUA

Índice FTSEurofirst 300 subiu 0,38%, a 1.431 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,42%, a 368 pontos. As ações europeias fecharam em alta nesta terça-feira (28), enquanto os investidores avaliavam uma série de balanços corporativos mistos e esperavam mais estímulos nos Estados Unidos para limitar os danos econômicos da Covid-19.


O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,38%, a 1.431 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,42%, a 368 pontos.


Os setores defensivos, como saúde, alimentos e bebidas e serviços públicos deram o principal impulso para o índice de referência. As ações de viagens se recuperaram das perdas da segunda-feira depois de preocupações sobre um ressurgimento nos casos de coronavírus na Europa.


Os investidores aguardavam a conclusão da reunião do Federal Reserve na quarta-feira, quando as autoridades devem reiterar sua postura de apoio à economia em meio à aproximação de negociações sobre mais uma rodada de estímulo fiscal para a economia dos EUA.


“Mesmo que seja improvável que amanhã seja o momento certo para uma abordagem de política monetária mais expansionista, o Fed sem dúvida soará preparado para flexibilizar ainda mais”, disseram analistas do Commerzbank em nota.


Em Londres, o índice Financial Times avançou 0,40%, a 6.129 pontos.


Em Frankfurt, o índice DAX caiu 0,03%, a 12.835 pontos.


Em Paris, o índice CAC-40 perdeu 0,22%, a 4.928 pontos.


Em Milão, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,59%, a 19.902 pontos.


Em Madri, o índice Ibex-35 registrou alta de 1,06%, a 7.246 pontos.


Em Lisboa, o índice PSI20 desvalorizou-se 1,01%, a 4.407 pontos.


Europa sobe alerta para Covid-19 durante aumento de casos na temporada de férias