Homicídio é investigado em Chapecó após funerária encontrar marca de tiro em homem

Um homem de 28 anos, encaminhado ao serviço funerário em Chapecó por suposta morte natural, foi vítima de homicídio. A informação é da Polícia Civil, que instaurou um inquérito para investigar o caso. O homem morreu no domingo (26), e na madrugada de segunda (27) a funerária acionou a Polícia pois encontrou uma marca de tiro no peito dele.

A Polícia Militar foi chamada na noite de domingo para atender uma ocorrência de encontro de cadáver na Linha São Pedro B. Vizinhos relataram que o homem foi visto ofegante e agachado, e que parecia ter sofrido um ataque do coração. Sem lesões aparentes e diante dos comentários dos moradores, a PM registrou o boletim de ocorrência como morte natural.

Morte de casal em Dionísio Cerqueira é esclarecida pela Polícia Civil

Conforme a PM, o Serviço de Verificação de Óbito (SVO) também foi acionado. O médico fez a perícia inicial no local, e não encontrou nenhuma lesão visível. Também não havia marcas de sangue nas vestimentas do homem, segundo o relatório da PM. Os vizinhos também relataram não ter ouvido nenhum disparo de arma de fogo.

Mais tarde, pouco depois da meia noite, um funcionário da funerária ligou para o 190. A Polícia Civil e o Instituto Geral de Perícias (IGP) foram até o local para analisar a marca de tiro encontrada no peito do homem. Um inquérito policial vai apurar o crime de homicídio.

Sistema de chuva antecede a chegada do frio em SC; dia é de alerta para temporais e granizo