Estudo preliminar de vacina da Pfizer em parceria com a BioNTech foi promissor

As farmacêuticas Pfizer e BioNTech estão confiantes de que podem ter uma vacina contra o novo coronavírus pronta para aprovação regulatória em meados de outubro, disse à CNN Ugur Sahin, CEO e cofundador da BioNTech.

“Tem um perfil excelente e considero essa vacina quase perfeita, tem um perfil quase perfeito”, afirmou ele em uma entrevista exclusiva.

Sahin acrescentou que o “entendimento da companhia sobre o modo de ação, em combinação com os dados seguros que estão chegando dos testes em andamento”, significam que eles têm “muita confiança” nisso.

“Sim, acreditamos que temos um produto seguro e que estaremos prontos para mostrar sua eficácia”, afirmou.

Ele disse à CNN que acredita que a aprovação para uso emergencial será concedida rapidamente pelas autoridades regulatórias.

A Pfizer e a BioNTech planejam fornecer 100 milhões de doses da sua candidata à vacina, a BNT162, até o fim do ano, e mais de 1,3 bilhões de doses até 2021.

Estudo preliminar de vacina da Pfizer em parceria com a BioNTech foi promissor

 


Com Agências