Champions: Lyon mantém hegemonia no futebol feminino e conquista a Europa pela quinta vez consecutiva

O domínio francês é absoluto e foi comprovado numa partida sem muitas chances ao rival. Ainda que as francesas estejam longe da melhor forma e ritmo de jogo por causa da paralisação em virtude da pandemia, as alemãs não foram páreo.

HISTORIQUE. INCROYABLE. LÉGENDAIRE.

Com um sistema de jogo muito bem definido e estrelas de sobra no elenco, o Lyon dominou a partida. Sem a presença da norueguesa Ada Hegerberg, heroína da final do ano passado contra o Barcelona, e melhor jogadora do mundo em 2018, Le Sommer tomou a dianteira.

O poderio ofensivo apareceu pelos pés da atacante francesa, que abriu o placar aos 24 minutos.

Ela, ao lado da capitã Wendie Renard e de Sarah Bouhaddi, esteve presente nos cinco títulos seguidos do time francês.

A capitã Wendie Renard levanta a sétima taça da Champions League do Lyon

A capitã Wendie Renard levanta a sétima taça da Champions League do Lyon Foto: ALVARO BARRIENTOS / STR

Ainda no fim da etapa inicial, a japonesa Kumagai ampliou para o Lyon e o time foi para o intervalo com a boa vantagem.

O Wolfsburg tinha na meia-atacante Harder, que deve se transferir para o Chelsea, sua principal arma. Mas ela passou em branco e a tentativa de uma reação veio com Popp logo no início da etapa final. O tempo passou, o empate não veio e, nos minutos finais, Gunnarsdóttir fechou o placar para o Lyon.

Mais uma vez o Wolfsburg amargou o vice-campeonato europeu diante das francesas. A equipe alemã já tinha perdido as finais em 2016 e 2018, mas venceram em 2013. O Lyon, por sua vez, domina o cenário europeu e mundial desde a temporada de 2015/2016.

A conquista é mais um capítulo da soberania francesa que parece não ter fim e é sem precedentes na história do futebol feminino. São sete títulos em nove finais de Champions.

RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me
YOUTUBE
Leitores On Line