Bellerín, do Arsenal, compra participação em clube ecológico Forest Green Rovers

Reuters
Tamanho do texto A A A

LONDRES (Reuters) – O lateral espanhol do Arsenal, Héctor Bellerín, se tornou o segundo maior acionista do Forest Green Rovers, o clube de futebol mais ambientalmente sustentável do mundo, de acordo com a Fifa.

Bellerín, que este ano se comprometeu a garantir que 3.000 árvores fossem plantadas na Floresta Amazônica para cada vitória do Arsenal, disse que estava animado ao se juntar à revolução verde dos Rovers.

“É importante investir em coisas pelas quais sou apaixonado –e estou empolgado em ajudar a levar o futebol a ter um futuro sustentável”, afirmou o jogador de 25 anos ao site do clube.

“As pessoas têm um amor universal pelo futebol, então não há setor melhor para promover a sustentabilidade.”

O Forest Green Rovers joga no New Lawn Stadium em Gloucestershire e vai iniciar o campeonato da quarta divisão inglesa contra o Bolton Wanderers no próximo fim de semana.

O clube, de propriedade do empresário de energia sustentável Dale Vince, foi amplamente elogiado por seu trabalho na abordagem da mudança climática e foi declarado “neutro em carbono” pela Organização das Nações Unidas.

O clube serve apenas comida vegana, o campo de grama é 100% orgânico, os cortadores de grama são movidos a energia solar e os jogadores usam caneleiras feitas de bambu em vez de plástico.

(Reportagem de Martyn Herman)


Com Agências