Agência BR - Leão revela decepção por ausência na Copa de 1982: “Tinha certeza que ia estar lá”

Leão revela decepção por ausência na Copa de 1982: “Tinha certeza que ia estar lá”

Esportes -

Em entrevista à TV Galo na última quarta-feira, o ex-goleiro e treinador Emerson Leão revelou que ficou decepcionado por não ser convocado para defender a Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1982. Leão poderia chegar à marca histórica de 5 Copas em sua carreira, mas o técnico Telê Santana, que o ex-atleta não conhecia na época, optou por não chamá-lo.

“Mais do que chateado, fiquei decepcionado, porque tinha absoluta certeza que ia estar na Copa e talvez como capitão. Mas chegou um novo treinador e disse na primeira convocação que não precisava me chamar porque eu era unanimidade, e quando fosse oficial eu iria jogar. Se Copa do Mundo não é oficial, nunca saberei o que é. Mas eu respeitei, porque existe uma hierarquia e o treinador faz o que ele quer. Mas eu fiquei muito chateado, senão eu teria jogado 5 Copas”.

Leão tinha certeza que seria convocado por Telê

“Uma semana antes eu era o titular absoluto e capitão com o Parreira. Não sei o que aconteceu. Eu não conhecia o treinador da seleção em 1982. Só fui conhecer em 1986, quando ele me convocou”, completou.

Leão ainda falou das diferenças entre as profissões de jogador e técnico, destacando que é mais fácil atuar como atleta. “É infinitamente mais fácil estar dentro de campo, como atleta. Como treinador, é muito difícil, porque não são todos os jogadores que escutam e às vezes o que você faz durante a semana não é feito no jogo. Então é muito mais difícil ser treinador de futebol, principalmente aqui no Brasil”, afirmou.


Fonte: Com Agências

 


 Leitores On Line