Vitória da Conquista: diferença entre candidatos diminui

Uma nova pesquisa de intenção de voto mostra que a diferença entre os candidatos à prefeitura de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão (PMDB) e Zé Raimundo (PT), diminuiu e pode surpreender no resultado da votação que acontece neste domingo. Realizada pelo Instituto Eleva Tecnologia e Comunicação, encomendada pelo Grupo Metrópole, a aferição mostra o peemedebista com 48,91% das intenções de voto, contra 38,82% do adversário. 7,04% dos eleitores se declararam indecisos, e 5,23% correspondem a brancos e nulos. A margem de erro é de 3%. Os números referem-se à pesquisa estimulada, e foram obtidos entre 23 e 25 de outubro, ouvindo 1.050 eleitores.

Já na pesquisa espontânea, Gusmão acumula 47% das intenções de voto, enquanto Raimundo possui 34%. Os indecisos somam 13% e os brancos e nulos, 6%. Na aferição anterior, divulgada na semana passada pelo Instituto Painel Brasil, o peemedebista contava com 65,44% dos votos válidos, contra 34,56% do petista.

Na pesquisa estimulada, Herzem Gusmão teve 55,5%, contra 29,5% acumulados por Zé Raimundo. Considerando os votos válidos, a diferença se torna ainda maior: Gusmão aparece com 65,29% e Raimundo com 34,71%. Os votos brancos e nulos somam 15%. Segundo o instituto, a pesquisa ouviu 1 mil pessoas, de um total de 230.598 eleitores, entre os dias 15 e 17 de outubro. A margem de erro considerada foi de 3,1%.

Em conversa com a Tribuna, Zé Raimundo disse que a campanha evoluiu de forma considerável desde o primeiro turno, e que a “expectativa é vencer”. “Fizemos um segundo turno muito intenso, com mobilizações de rua e na zona rural. A nossa militância está bem engajada. Estamos otimistas, há indicadores de que crescemos muito”. De acordo com o candidato, a relação com o adversário continua relativamente amena, mas ressaltou que nem sempre é possível manter a calma. “Estamos dentro dos nossos princípios éticos, apresentando propostas, mas às vezes o clima esquenta, principalmente quando se traz essa questão nacional”.

A reportagem tentou entrar em contato com Herzem Gusmão, mas não obteve êxito até o fechamento desta edição. Na última semana, entretanto, o peemedebista demonstrou-se confiante na vitória. “Vamos ter vitória principalmente pelo apoio que recebemos do DEM, do PCdoB, que tem dois vereadores dissidentes e revoltados porque não conseguiram se reeleger. E fizemos maioria na Câmara”, disse. “Queremos devolver a Conquista a prefeitura que o PT tomou. Me sinto preparado, tenho o melhor projeto para a cidade”, prosseguiu. 


Outros destaques: