TRE recolhe 600 mil panfletos irregulares

31 de agosto de 2016

Adriana Cruz

– Ação ocorreu nesta terça-feira em gráfica no Grajaú –

Rio – A ação do Tribunal Regional Eleitoral de combate à chamada ‘lavagem de propaganda’ — número maior de material de divulgação declarado pelos candidatos — recolheu 600 mil panfletos irregulares em gráfica no Grajaú, ontem. Segundo a Corte, o local faz parte do Jornal ‘O Povo’.

O material apreendido pertence a candidatos do Rio e de municípios da Região Metropolitana. Xerife da fiscalização da propaganda eleitoral, o juiz Marcello Rubioli, afirmou que o vereador do Rio Carlos Caiado (DEM) declarou tiragem de 20 mil panfletos, mas foram recolhidos 60 mil cópias.

A mesma irregularidade foi encontrada em panfletos dos candidatos a vereador do Rio Agnaldo Timoteo (PMDB), Liliam Sá (DEM) e Leonel Brizola Neto (PSOL) e do candidato à Prefeitura de São Gonçalo Brizola Neto (PDT). Assim como de Fernando Lobo (PDT), Fabio Murillo (PMDB) e Jania Bizarelli (PROS), candidatos a vereador em São Gonçalo, Niterói e Mesquita, respectivamente.

“Foram recolhidos 50 mil jornais da Prefeitura de Maricá com propaganda do candidato ao município Fabiano Horta, (PT). Eles responderão por propaganda irregular e abuso de poder econômico”, disse Rubioli.

O advogado Tiago Canedo, que defende Alberto Ahmed, disse que a gráfica não pertence ao Jornal ‘O Povo’. “O material apreendido tem nota fiscal”, alegou.

Em junho, Ahmed foi condenado a 17 anos por participar de esquema de fraude em Mangaratiba. Ele está solto por determinação do Superior Tribunal de Justiça que suspendeu o decreto de prisão do Tribunal de Justiça do Rio.

Leia também...

Loading...
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Leitores On Line