Temer lamenta ataque “no dia que eternizou fraternidade” como lema da França

Em mensagem postada no Twiter, o presidente interino Michel Temer lamentou o ataque à multidão que assistia, nesta quinta-feira, às comemorações do feriado francês de 14 de julho (queda da Bastilha), em uma avenida à beira-mar na cidade de Nice, no Sul do país.

Mais de 70 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas quando um caminhão avançou sobre a multidão que assistia à queima de fogos de artifício no Passeio dos Ingleses.

Michel Temer está em permanente contato com o Ministério das Relações Exteriores e avalia a possibilidade de telefonar ao presidente francês, François Hollande, para prestar solidariedade.

“É lamentável que, no dia que eternizou a fraternidade como lema do povo francês, um atentado destrua a vida de tantos cidadãos”, escreveu o presidente em sua conta pessoal no Twitter.

Nota oficial

Depois da mensagem no Twitter, o Palácio do Planalto divulgou nota oficial de sobre o atentado. No  texto, Temer diz considerar “abjeta e ultrajante” a ação contra inocentes e diz que o episódio não conseguirá abalar os ideais de liberdade, igualdade e fraternidade celebrados hoje pelos franceses.

“Os assassinos não conseguirão seu intento. Muito ao contrário, apenas reforçarão os laços entre países livres, que buscam a igualdade de condição entre as nações do mundo. E a fraternidade continuará a guiar nossos povos. Hoje, mais do que nunca, somos todos franceses. Irmãos na dor e solidariedade a todos os mortos e feridos, suas famílias e amigos”, diz o texto.

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com