Sefaz ignora greve dos bancários e mantém prazo para pagamento do IPVA

Vence depois de amanhã, dia 30, o prazo final para o pagamento do IPVA de veículos com placas de final oito, assim como o pagamento da primeira cota das placas de final zero e a segunda parcela das placas terminadas em nove. No entanto, a despeito da greve dos bancários, a Secretaria da Fazenda do estado informou ontem que não haverá nenhuma mudança nesses prazos, assim como em relação a outros tributos estaduais.

Uma fonte do Detran argumentou que as pessoas têm feito o pagamento do IPVA, por exemplo, através da internet ou via código de barras, em caixas eletrônicos. No entanto, isso só é válido para cliente do Bradesco ou do Banco do Brasil, únicas instituições bancárias que recebem esses impostos.

A situação tem gerado muitas queixa de quem é cliente de outros bancos, como Itaú, Santander etc., pois , caso a greve permaneça até o dia 30, perderão o direito a pagamento com desconto.

NEGOCIAÇÃO
Bancários e Federação Nacional dos Bancos (Fenabam) voltaram a negociar ontem, mas ainda não há previsão para o fim da greve, que já dura 22 dias. A entidade patronal oferece 7% de reajuste e R$ 3,3 mil de abono, proposta rejeitada pelos bancários rejeitaram alegando que “os dois índices são abaixo da inflação do período, de 9,62%”. Os bancários querem reajuste salarial de 14,62%, PLR de três salários mais R$ 8.317,90, piso de R$ 3.940,24, auxílio-educação, fim das demissões, contratações, investimentos em segurança e melhores condições de trabalho. 


Outros destaques: