Santa Catarina deve registrar geada e temperaturas negativas no feriadão

Massa de ar polar chega à região na noite de quarta-feira e provoca queda brusca na temperatura

Há possibilidade de geada nas regiões mais altas do Estado - Rosane Lima/Arquivo/ND
Há possibilidade de geada nas regiões mais altas do Estado – Rosane Lima/Arquivo/ND

De acordo com Clóvis, a chuva de terça e quarta é resultado de uma frente fria associada a um ciclone. A massa de ar seguinte, contudo, vem do oceano Pacífico, segue para o Sul do Brasil e será ainda mais forte. “A tendência é que a chuva diminua com a chegada dessa massa de ar. Mesmo assim, deve haver chuva até o fim da tarde de quarta, com pancadas e trovoadas”, afirma. Conforme a Epagri/Ciram, há possibilidade de alagamentos nas regiões mais baixas do litoral catarinense nesta quinta-feira (27), devido a maré alta. Em Florianópolis, os horários de risco são às 2h44 e 15h10. No domingo, há poucas chances de a chuva retornar.

“As mínimas costumam ser registradas durante a madrugada, e o que surpreende dessa vez é que elas devem ocorrer ainda na noite de quarta”, garante Clóvis. Na Capital, a temperatura varia entre 20°C e 25°C nesta quarta. Com a chegada da massa de ar, a previsão é que a mínima caia para 10°C e a máxima para 20°C. O tempo fica ainda mais frio na sexta-feira (28), com mínima de 8°C em Florianópolis. Segundo o meteorologista, o vento será moderado e com rajadas ainda na quarta, podendo chegar a 65 km/h no litoral da Grande Florianópolis. Nos dias seguintes, deve variar entre fraco e moderado.

Na Serra e em regiões altas de Santa Catarina, a possibilidade de geada é maior entre quinta e sexta, assim como as temperaturas abaixo de 0° C. “Em Urupema a previsão indica uma das temperaturas mais baixas, podendo chegar a -3° C. Em locais do Planalto Sul e em São Joaquim, por exemplo, a geada tende a ocorrer com mais frequência, especialmente durante a madrugada”, explica Clóvis.

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com