Rodrigo Lindoso vê a vaga no G-6 como prêmio para o elenco do Botafogo

O Dia

– Antes apontado como um dos favoritos ao rebaixamento, Alvinegro vêm surpreendendo com ótima campanha e briga por um lugar na Libertadores –

Rio – Com cinco vitórias e cada vez mais consolidado no G-6, uma vaga na Libertadores que antes parecia irreal para o Botafogo, é cada vez mais possível diante do bom desemepnho da equipe no Brasileirão. Um dos titulares e homem de confiança de Jair Ventura, Rodrigo Lindoso destacou a importância que a classificação para o torneio continental teria para o elenco, mas diz que o time quer viver um jogo por vez, sem pular etapas.

“Se conseguirmos a vaga, vai representar tudo. Assim como foi ano passado, a gente vai vivendo cada momento como se fosse o último. Quando fui campeão brasileiro foi uma coisa inédita para mim, fiz parte da recuperação do clube, e agora posso fazer parte dessa revolução. A gente tem que buscar o que é o mais próximo, sem dúvida vai ser especial”, afirmou o volante.

Faltando apenas seis rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro, Rodrigo Lindoso destacou a recuperação do Alvinegro na competição, antes apontado como um dos favoritos ao rebaixamento, e a possibilidade de ir ainda mais longe na competição.

“Jair deixou bem claro na reapresentação. Não é porque estamos numa crescente que ia resolver mudar tudo. E não só porque ele falou, o grupo mesmo sabe. Até ouvi na TV dizendo que somos candidatos a brigar pela segunda posição. É mais fácil comentar quando está vivendo a situação. Quando a gente era 17º, falavam que brigaríamos para não cair. Entre a gente não muda nada”, contou Lindoso.

O volante aproveitou para lamentar o falecimento de Carlos Alberto Torres, capitão na conquista da Copa de 70. Lindoso lembrou a importância do ‘Capita’ para o futebol brasileiro.

“Pela minha idade não pude vê-lo atuando, mas a gente por mídia e internet acompanhamos tudo. E cada vez que aparece, contam um pouco. A gente chega num clube e procura saber quem fez historia. Ele se declarou botafoguense e estava super empolgado com a situação crescente. Vi algumas entrevistas, pessoas chorando. Ele ta num bom lugar. Bom que foram feitas homenagens em vida também. Ele declarou que era botafoguense, que estava empolgado com o time, então a gente fica triste. Você lamenta em casa também, mas ele está em um bom lugar, deixou um marco dele aqui. Bom que fizeram homenagens enquanto vivo também, não só quando faleceu.”

Botafogo está com 53 pontos, ocupando a quinta colocação na classificação. O próximo compromisso do clube será diante do Coritiba, neste sábado, às 18h30, no Arena da Ilha.


Outros destaques: