Rio de Janeiro teve 0,7% das urnas substituídas

7 de outubro de 2018

Durante as eleições no estado do Rio de Janeiro, 245 urnas tiveram de ser substituídas, o que equivale a 0,7% das mais de 33 mil que computaram os votos dos eleitores do estado. O balanço foi divulgado pouco depois das 22h da noite pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ). 

A votação no Rio foi marcada por longas filas que fizeram com que eleitores continuassem esperando para votar até depois do horário de encerramento da eleição. Senhas chegaram a ser distribuídas para quem já estava na fila quando o prazo terminou. O Tribunal não divulgou que horas a votação acabou na última seção do estado nem em quantas seções a votação precisou passar das 17h. 

Elevadores quebrados prejudicam votação no Instituto Bennett, no Flamengo, zona sul da cidade, durante o primeiro turno das eleições de 2018.

Elevadores quebrados prejudicam votação no Instituto Bennett, no Flamengo, zona sul da cidade, durante o primeiro turno das eleições de 2018 – Fernando Frazão/Agência Brasil

Em um pronunciamento lido pela diretora-geral do TRE-RJ, Adriana Brandão, a instituição considera que o exercício do voto foi garantido, apesar das longas filas geradas pela digitação dos números de seis candidatos e pela identificação biométrica.

Eleitores da Rocinha encontram longas filas para votar hoje (7) na garagem do Centro Municipal de Cidadania Rinaldo de Lamare e no Centro de Educação de Jovens e Adultos.

Eleitores da Rocinha encontram longas filas para votar hoje (7) na garagem do Centro Municipal de Cidadania Rinaldo de Lamare e no Centro de Educação de Jovens e Adultos. – Tânia Rêgo/Agência Brasil

No estado do Rio, o TRE-RJ cruzou dados com o Departamento Estadual de Trânsito para obter as digitais de 4,6 milhões de eleitores. Antes de votar, esses eleitores precisavam validar a biometria em até quatro tentativas, o que gerou mais espera nos locais de votação. Os eleitores que tiveram as digitais validadas nesse processo poderão ser dispensados de registrar a biometria para as próximas eleições. 

O TRE-RJ avaliou ainda que, “apesar do clima de polarização política e da circulação de inúmeras mensagens falsas”, não houve incidentes relevantes em relação à segurança do processo eleitoral. 
 

Leia também...

Loading...
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com