Rio: Alerj pede explicação sobre conduta de comandante do 15º BPM

13 de dezembro de 2017

Jonathan Ferreira

– Comissão presidida por Martha Rocha notificou o comando da PM –

Rio – A presidente da Comissão de Segurança Pública e Assuntos de Polícia da Alerj, deputada Martha Rocha (PDT), pediu ontem, esclarecimentos ao Comando Geral da PM sobre a conduta do comandante do 15ª BPM (Duque de Caxias), o tenente-coronel Sérgio Porto, que publicou mensagens em um grupo de WhatsApp comemorando os autos de resistência mortes em decorrência de ação policial em sua área.

No WhatsApp%2C Porto usa figuras de caixão com a frase 'vamos limpar'

No WhatsApp%2C Porto usa figuras de caixão com a frase ‘vamos limpar’

Foto: Reprodução

A parlamentar, que participou ontem de uma audiência pública sobre índices de violência em Duque de Caxias, lembrou que os policiais envolvidos em autos de resistência respondem criminalmente. “O PM não pode esquecer que quem vai sentar no banco dos réus e ser julgado (caso cometa um crime) será ele e não quem deu a ordem. Os policiais devem honrar a corporação e fazer seu trabalho dentro dos parâmetros da lei”, ponderou Martha Rocha.

As postagens, reveladas pelo site da Band News, mostraram o tenente-coronel Porto utilizando figuras de caixões, bombas e aplausos como forma de elogiar ações policiais que terminam em morte de supostos bandidos. O oficial também repreendia militares que reportaram operações sem mortes de criminosos. Em uma das mensagens, o comandante usou a imagem de uma xícara de café com leite para zombar de PM que relatou uma ocorrência sem mortes, respondendo com a frase “não mata ninguém”. A Corregedoria da PM apura o caso.

Para o sociólogo Ignácio Cano, o comandante deve ser punido por incitar o uso da força. “Se matar muito resolvesse o problema da segurança, teríamos a cidade mais pacífica do mundo”.

Porto assumiu o 15ª BPM em novembro de 2016. Os autos de resistência na área aumentaram 100% em 2017, chegando a 94 casos entre janeiro e outubro. Segundo o ISP, no mesmo período, o roubo de veículos subiu 45% e a taxa de homicídios dolosos com intenção de matar aumentou 25% em comparação a 2016.

Leia também...

Loading...
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Leitores On Line