Reforçada segurança na Esplanada para fase final do impeachment

30 de agosto de 2016

SSP

Polícia apreendeu hastes de bandeiras na Esplanada dos Ministérios para evitar que sejam usadas como armassp/df

Com um muro dividindo a Esplanada dos Ministérios em ala pró e contra o impeachment, a segurança nos arredores do Congresso Nacional foi intensificada hoje (30) para os momentos finais do processo que poderá levar a presidenta afastada Dilma Rousseff a deixar a Presidência da República. Durante todo o dia, mais de 1.300 policiais militares devem fazer a segurança da região central de Brasília.

Desde ontem, as vias principais – que levam ao Congresso Nacional, ao Palácio do Planalto e ao Supremo Tribunal Federal – estão fechadas para o trânsito e assim ficarão até o final da votação. A Praça dos Três Poderes está aberta para pedestres, porém, manifestantes só podem fazer atos na Esplanada nas alas específicas de grupos favoráveis e contra o impeachment. A expectativa do Governo do Distrito Federal é que hoje (30) cerca de 30 mil pessoas compareçam à Esplanada dos Ministérios para acompanhar o julgamento de Dilma.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal, foram apreendidas hastes de bandeiras para evitar que o material seja usado como arma, como já aconteceu em manifestações anteriores. Fora isso, não há registros de ocorrências.

Leia também...

Loading...
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Leitores On Line