Rede de oxigênio do Hospital Getúlio Vargas rompe e pacientes são transferidos

O Dia

– Segundo a unidade, a tubulação se rompeu por causa de obras para a instalação de uma ressonância magnética –

Rio – Uma parte da rede de oxigênio que abastece o Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, Zona Norte, rompeu e alguns pacientes foram transferidos para outras unidades da rede estadual nesta quinta-feira. De acordo com a direção da unidade, a rede se rompeu por causa de obras para a instalação de uma ressonância magnética.

Em nota, a Secretaria de Estado de Saúde destacou que “o problema é pontual e a empresa que faz a manutenção da rede já está trabalhando no reparo da rede de gases”.


Outros destaques: