Rapaz morto a tiros em assalto a ônibus tinha 2 passagens pela polícia

O raapaz de 20 anos morto durante a tentativa de roubo ao ônibus da linha Marechal Rondon X Pituba, na manhã desta terça-feira(25), já foi identificado. Ele foi atingido por um dos passageiros na altura da Jaqueira do Carneiro, quando anunciava o assalto ao coletivo. 

Segundo os registros policiais, Felipe já acumulava passagens por roubos de veículo, a transeuntes, além de tentar fugir do Hospital Geral do Estado (HGE), quando encontrava-se custodiado. Ainda adolescente, também foi internado numa Comunidade de Atendimento Socioeducativo (CASE) por cometer delitos. 

A polícia teve acesso às imagens das câmeras do ônibus, ao depoimento das testemunhas e já tem pistas sobre o segundo assaltante, participante da ação, que deixou duas mulheres feridas. Também busca informações sobre o passageiro que reagiu à ação. 

O caso é investigado pelo Grupo Especial de Repressão a Roubos de Coletivos da Polícia Civil e acompanhado pelo Comitê Integrado de Defesa do Transporte Rodoviário, criado pela Secretaria da Segurança Pública para discutir ações específicas de prevenção e repressão a ataques a ônibus.

Até agosto deste ano, o número de roubo a ônibus em Salvador e Região Metropolitana caiu 4% em relação o mesmo período do ano passado. Em 2016, quase 400 assaltantes de ônibus foram presos e mais de 60 armas utilizadas nestes crimes foram apreendidas.

Principais alvos dos bandidos, os smartphones continuam sendo bloqueados pela Polícia Civil, tornando-os inúteis àqueles que roubam ou adquirem esses produtos.


Outros destaques: