Procon-SP quer dados sobre aumento de acidentes com patinetes

A Fundação Procon de São Paulo notificou quatro empresas que alugam patinetes elétricos e bicicletas na capital paulista para que elas forneçam informações sobre o aumento do número de acidentes envolvendo esses meios de locomoção. Segundo o Procon, o objetivo é avaliar se o serviço prestado pelas empresas garante segurança aos consumidores.

Foram notificadas as empresas Itaú Unibanco, Rappi Brasil Intermediação de Negócios, Scoo Mobilidade e Yellow Soluções de Mobilidade.

O Procon solicitou informações gerais sobre o serviço, entre elas, as restrições de uso, a velocidade máxima atingida pelos equipamentos, as informações fornecidas aos consumidores sobre riscos e regras de trânsito e a oferta de equipamentos de segurança.

“O que nós perguntamos para as empresas é se a informação prestada sobre o risco do serviço é suficiente para o consumidor saber que, apesar de parecer um brinquedo ou uma coisa inofensiva, ele corre risco. Perguntamos também se eles informam sobre a necessidade de itens de segurança bem como se fornecem equipamentos de segurança para o usuário”, disse o diretor de atendimento e orientação do Procon-SP, Rodrigo Tritapepe.

Caso as informações não sejam prestadas, o Procon pode entender que a empresa cometeu uma infração e aplicar penalidades.

Acidentes

O Procon também solicitou dados sobre a quantidade de acidentes ocorridos durante a locomoção com patinetes elétricos e bicicletas alugadas. Segundo Rodrigo Tritapepe, apesar de não haver um levantamento com relação a esse número, a fundação tem observado um aumento de casos, o que tem gerado preocupação.

“Já temos acompanhado isso há pelo menos 30 dias, com nosso núcleo de pesquisas”, disse em entrevista à Agência Brasil.

Ainda segundo ele, o Procon está em contado com órgãos de segurança de São Paulo e as secretarias de saúde para tentar contabilizar, oficialmente, o número de acidentes.

Com as respostas das empresas que alugam patinetes e bicicletas, o Procon pretende saber ainda se o serviço vem sendo prestado de forma correta.

“O patinete é um serviço novo, que teve um boom este ano. É uma novidade para todo mundo. Mas entendemos que a informação deve ser clara, informando o risco para o usuário, oriente ele quanto às regras de trânsito, de velocidade, de tráfego e de condições de uso. E, em segundo, que esse serviço seja bem prestado. Ou seja, o patinete ter perfeita manutenção, ter os freios funcionando, ter estabilidade e que os itens de segurança sejam fornecidos para o consumidor”, disse.

Órgãos públicos

Uso de patinetes elétricos na ciclovia da Avenida Brigadeiro Faria Lima, em São Paulo.

Uso de patinetes elétricos na ciclovia da Avenida Brigadeiro Faria Lima, em São Paulo. – Rovena Rosa/Agência Brasil

A Agência Brasil procurou a Secretaria de Segurança Pública e a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) para obter um levantamento sobre o número de acidentes provocados pelo uso de patinetes, mas nenhum dos dois órgãos tem esse dado.

A assessoria de imprensa do Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo informou que também não tem um levantamento sobre o número de acidentes envolvendo o uso de patinetes elétricos. O hospital informou ainda que não atende casos de baixa complexidade, tais como arranhões ou torções, os mais comuns em acidentes envolvendo patinetes.

Usuários

Além do lazer, o patinete elétrico vem sendo utilizado, na capital paulista, como forma rápida de locomoção em curtas distâncias e, algumas vezes, para atividades de trabalho.

“Agora estou indo para uma reunião, por exemplo, aqui na Paulista”, disse Vitor Mograbi, 34 anos, ao ser abordado pela reportagem da Agência Brasil na ciclovia da avenida localizada na região central da cidade.

Ele disse que considera seguro o uso do equipamento, principalmente, em ciclovias e destacou que nunca se envolveu em acidentes.  Para ele, modais como bicicletas e patinetes facilitam o transporte na cidade. “E sem pegar o trânsito de São Paulo”, acrescentou.  

Gustavo Kenji, 30 anos, disse que costuma usar o serviço pelo menos uma vez a cada duas semanas. Ontem, no horário do almoço, ele trafegava pela ciclovia da Avenida Paulista em um patinete. “Hoje eu tive uma reunião. Então era mais fácil pegar um patinete do que táxi ou Uber”, contou à reportagem.

Ele afirma que nunca sofreu acidentes, mas que sabe da existência dos riscos. “Se não souber controlar, é perigoso”. Kenji defende ainda uma maior organização por parte das empresas. “Vale a pena, mas tem que ser mais organizado. Tem que ter os locais certos para estacionar. Vejo as vezes bicicletas jogadas em frente a uma casa. Se eu fosse o dono da casa, iria achar ruim”

Saulo Polido, 33 anos, afirma que o equipamento é prático e substitui o carro em curtas distâncias. “Uso pela praticidade do acesso entre os locais. Eu tinha uma visita no começo da [Avenida] Paulista e uma visita a um cliente no final [da avenida]. Então estacionei o carro no começo [da avenida], deixei ele lá. Peguei o patinete e estou indo para a segunda visita”, disse.

Polido disse que usou duas vezes o patinete elétrico na cidade. Na primeira oportunidade, sofreu uma queda, sem gravidade. “Caí a primeira vez. Aqui na Paulista, inclusive. Mas por imprudência minha. Eu estava brincando e acabei caindo”, contou.

“Acho que tem que conscientizar bem as pessoas sobre os limites de velocidade porque eu mesmo, na prática, vi que, na imprudência, você pode se machucar e machucar os outros. Acho que tem que regulamentar”, destacou. “Não dá para exigir que se tenha habilitação para patinete. É algo absurdo. Acho que é só questão de bom senso e as empresas fazerem alguns vídeos tutoriais ou algo assim porque qualquer um consegue andar, não tem muita limitação”, acrescentou.

Outro lado

Circulação com patinetes elétricos invadiram as ruas das grandes cidades nos últimos meses.

Patinetes elétricos invadiram as ruas das grandes cidades nos últimos meses. – Valter Campanato/Agência Brasil

Procurada pela Agência Brasil, a Yellow informou que foi notificada ontem (7) e que está em contato com o Procon para “alinhar a melhor forma de fornecer os dados solicitados”. A empresa disse ainda que todos os novos usuários precisam passar por um tutorial que fornece orientações de segurança antes de começar a usar o aplicativo e que as orientações e dicas de segurança estão disponíveis para consulta permanente nos sites da empresa. A Yellow acrescentou que vai doar aos seus usuários 20 mil capacetes até o final do ano, sendo que 2 mil foram entregues até este momento, e que vai inaugurar uma academia com oferta de cursos gratuitos sobre condução de patinete e de bike.

Já o Bike Itaú, informou que, desde que começou a ser operado pela startup Tembici, nunca registrou um acidente grave envolvendo bicicletas e usuários. “Ao longo de 2019, após a realização de mais de 4 milhões de viagens em 100 dias, foram reportados 0,0001% de acidentes de usuários pedalados com as nossas laranjinhas”, diz a empresa, em nota. Segundo a empresa, desde janeiro do ano passado, as bicicletas oferecidas ficaram mais seguras, com sistema de freios rollerbrake, que garante freadas mais seguras, refletores frontais e traseiros com sistema de iluminação, pneus com lados reflexivos e configuração de marchas para três velocidades.

A Scoo informou que “é a única empresa hoje no Brasil que obriga o uso do capacete pelos seus clientes pensando justamente na segurança”. A empresa informou ainda que tem profissionais uniformizados nas estações de patinete que passam orientações sobre o uso correto do equipamento, além de fornecer gratuitamente o capacete, que é devolvido pelo consumidor após o uso em outra estação. A Scoo também disse que orienta seus usuários a não ultrapassar o limite de velocidade de 6km/h nas ciclovias.

A Rappi foi procurada pela reportagem, mas não respondeu a solicitação até a publicação desta matéria.

Dicas de segurança

Por meio de nota, a Yellow deu algumas dicas aos usuários de patinetes e de bikes. Segundo ela, é preciso planejar antes o caminho, usar sempre o capacete bem preso à cabeça e bem ajustado, não trafegar com mais de uma pessoa, ter idade mínima de 18 anos para locação de equipamentos, dar sempre preferência ao pedestre, não usar celular com fone de ouvido enquanto conduz a bicicleta ou o patinete, não ingerir álcool, respeitar os semáforos e sinalizações de trânsito e estar atento a irregularidades na vias tais como buracos e galhos que possam oferecer risco ao trajeto.

Já o Procon orienta o consumidor a não trafegar entre os carros. “Dirija com cuidado, respeite as regras de trânsito, evite vias movimentadas. As empresas realmente precisam prestar essa informação e fornecer o equipamento de segurança”, disse Tritapepe.

Caso ocorra um acidente, a empresa não forneça as informações corretamente ou o consumidor observe que o equipamento não está em boas condições, o usuário pode buscar seus direitos. “A empresa pode ser multada e sofrer as consequências legais. O Procon tem seus canais para recebimento de reclamações ou o aplicativo que pode ser baixado no celular, onde se pode fazer o registro dessa reclamação”, ressaltou o diretor do órgão.

 

 

*Colaboraram Daniel Mello e Fernanda Cruz

 

26 Comentários

  • I simply want to tell you that I am newbie to blogs and honestly enjoyed you’re blog site. Very likely I’m likely to bookmark your site . You surely have beneficial writings. Cheers for sharing with us your web site.

  • I truly appreciate this post. I have been looking everywhere for this! Thank goodness I found it on Bing. You’ve made my day! Thx again!

  • Having read this I believed it was extremely informative. I appreciate you spending some time and effort to put this informative article together. I once again find myself spending a significant amount of time both reading and commenting. But so what, it was still worthwhile!

  • I have been surfing online more than three hours today, yet I never found any interesting article like yours. It is pretty worth enough for me. In my view, if all webmasters and bloggers made good content as you did, the net will be much more useful than ever before.

  • Thank you, I’ve just been looking for info approximately this topic for ages and yours is the greatest I have found out till now. But, what concerning the conclusion? Are you positive in regards to the source?

  • Hello very nice site!! Guy .. Excellent .. Superb .. I will bookmark your web site and take the feeds additionally…I’m glad to seek out a lot of helpful info right here within the put up, we want develop extra techniques in this regard, thank you for sharing. . . . . .

  • It’s difficult to find educated people in this particular subject, but you seem like you know what you’re talking about! Thanks

  • Excellent blog right here! Additionally your site a lot up fast! What host are you using? Can I get your affiliate hyperlink on your host? I wish my web site loaded up as fast as yours lol

  • certainly like your website however you need to test the spelling on several of your posts. A number of them are rife with spelling issues and I find it very troublesome to tell the truth however I will surely come again again.

  • I have learned some considerations through your blog post post. One other subject I would like to mention is that there are lots of games out there designed especially for toddler age kids. They include things like pattern acknowledgement, colors, creatures, and shapes. These usually focus on familiarization as an alternative to memorization. This makes children engaged without having the experience like they are learning. Thanks

  • I¡¦ve learn a few good stuff here. Certainly worth bookmarking for revisiting. I wonder how so much effort you set to make this sort of wonderful informative web site.

  • Good – I should definitely pronounce, impressed with your site. I had no trouble navigating through all the tabs as well as related info ended up being truly easy to do to access. I recently found what I hoped for before you know it in the least. Quite unusual. Is likely to appreciate it for those who add forums or anything, web site theme . a tones way for your customer to communicate. Excellent task.

  • I have realized that online degree is getting common because accomplishing your degree online has developed into a popular alternative for many people. A lot of people have not had a possibility to attend an established college or university but seek the raised earning potential and career advancement that a Bachelor’s Degree provides. Still people might have a college degree in one field but would choose to pursue a thing they now develop an interest in.

  • I like the helpful info you provide on your articles. I will bookmark your weblog and take a look at again right here regularly. I am rather sure I will learn plenty of new stuff right here! Good luck for the next!

  • It’s hard to find well-informed people for this subject, however, you sound like you know what you’re talking about! Thanks

  • Greetings! Quick question that’s totally off topic. Do you know how to make your site mobile friendly? My website looks weird when browsing from my apple iphone. I’m trying to find a theme or plugin that might be able to fix this issue. If you have any recommendations, please share. Many thanks!

  • Hello There. I found your blog using msn. This is an extremely well written article. I will be sure to bookmark it and return to read more of your useful information. Thanks for the post. I’ll definitely return.

  • Hello, i think that i noticed you visited my blog thus i came to “return the choose”.I’m attempting to to find things to enhance my web site!I guess its ok to make use of a few of your ideas!!

  • I do consider all the concepts you have presented on your post. They’re really convincing and can definitely work. Still, the posts are too short for novices. May you please lengthen them a little from next time? Thanks for the post.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com