Primeiro-ministro espanhol autoriza final da Libertadores em Madri

29 de novembro de 2018

Cinco dias após a confusão envolvendo torcedores do River Plate e do Boca Juniors, em Buenos Aires, o primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sánchez, autorizou a realização do segundo jogo da final da Taça Libertadores, entre os dois times. O jogo deve ser marcado nos dias 8 ou 9 de dezembro. A data exata ainda não foi fechada.

Sánchez confirmou a disposição de sediar a partida depois da Conmebol comunicar oficialmente ao país que deseja que o jogo seja realizado no Estádio Santiago Bernabéu, casa do Real Madrid, na capital espanhola.

O primeiro-ministro espanhol está em Buenos Aires onde participa da Cúpula de Líderes do G20, mas já orientou que sejam tomadas as medidas necessárias para elaborar o esquema de segurança necessário para a decisão da Libertadores.

A proposta da Conmebol foi formalizada durante uma reunião hoje (29) na sede da Delegação do Governo de Madri. Estiveram no encontro representantes do Real, da polícia, além de dirigentes da Fifa e da entidade sul-americana.

No último sábado (24), o ônibus que levava os jogadores do Boca Juniors ao Estádio Monumental de Núñez foi atacado por torcedores do River. O incidente provocou o adiamento da partida. A Conmebol decidiu realizar o duelo em um campo neutro, fora da Argentina.

*Com informações da EFE

Leia também...

Loading...
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com