Polícia Federal quer prender acusados de furtar equipamentos de hospitais no Rio

Policiais federais buscam hoje (26) cumprir 13 mandados de prisão preventiva contra acusados de roubar equipamentos médicos no Grande Rio. A 2ª Vara Federal Criminal de Niterói também expediu 28 mandados de busca e apreensão no Rio de Janeiro, Nova Iguaçu, Queimados, Duque de Caxias e São João de Meriti.

Segundo a Polícia Federal, o grupo era especializado em furtar equipamentos de exames e procedimentos médicos como endoscopia, laparoscopia e doppler. Houve furtos em várias clínicas e hospitais públicos e privados.

Os aparelhos eram furtados sob encomenda. As investigações começaram em junho deste ano, depois que equipamentos foram subtraídos do Hospital Universitário Antônio Pedro, ligado à Universidade Federal Fluminense (UFF), em Niterói.

Há suspeita de que os crimes ocorriam também em outros estados. Os acusados responderão por furto qualificado, receptação e organização criminosa.


Outros destaques: