Picciani deixa presidência da Alerj por dois meses para tratamento de saúde

3 de julho de 2017

Rio de Janeiro - Na Alerj, deputado Jorge Picciani (PMDB) nega participação em esquema investigado pela PF(Fernando Frazão/Agência Brasil)

Deputado Jorge Picciani discursa na AlerjFernando Frazão/Arquivo/Agência Brasil

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj), deputado Jorge Picciani (PMDB), pediu hoje (3) oficialmente o afastamento do cargo por questões de saúde. O pedido de licença médica até o dia 30 de agosto foi publicado no Diário Oficial do Estado.

Seguindo a linha sucessória, o primeiro vice-presidente da Alerj, Wagner Montes (PRB), deveria assumir o posto, mas também está de licença médica, para o tratamento de uma hérnia. Nos últimos meses, em ausências de Piciani e com a licença de Montes, quem assumiu o posto foi o deputado André Ceciliano (PT), o terceiro na linha sucessória.

Desde abril, quando foi diagnóstico com câncer na bexiga, Picciani vinha se ausentando da assembleia, mas ainda não havia pedido licença médica. No fim de 2010, o deputado teve câncer no mesmo órgão.  

O peemdebista preside a Alerj desde fevereiro de 2015. Antes, havia ocupado o mesmo cargo em quatro mandatos consecutivos entre 2003 e 2010.

Leia também...

Loading...
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Leitores On Line