Pezão afirma que não garante 13º salário dos servidores do estado

O Dia

– Governador licenciado também avisou que vai recorrer da decisão da Justiça que proibiu o estado de conceder isenções fiscais a empresas e de renovar benefícios também –

Rio – O governador licenciado do Rio, Luiz Fernando Pezão, disse, durante evento na Firjan nesta sexta-feira, que o décimo terceiro salário dos servidores públicos não está garantido. Segundo ele, o estado ainda não tem dinheiro para quitar a dívida com os funcionários. Pezão também falou que a prioridade é garantir o salário do mês de todos.

“Agora estou vendo diversas formas de fazer isso. Não vai ser fácil, porque 2016 está sendo pior que 2015”.

Sobre a redução do salário dos servidores, o governador informou que, apesar da crise que assola o estado, ele não tem essa intenção. “A redução do salário ainda está sendo questionada no STF. Existe uma ação. Nossa proposta é de tentar reequilibrar atuarialmente na previdência”.

O governador licenciado também enfatizou que vai continuar concedendo os benefícios fiscas a empresas enquanto ele estiver no exercendo o cargo. Ainda de acordo com Pezão, os incentivos fiscais concedidos são para atrair empresas no estado e gerar empregos. Ele garantiu que vai recorrer da decisão da Justiça que proibiu o estado de renovar e conceder benefícios.

“Esses incentivos é que possibilitam que ainda tenhamos arrecadação e emprego. Temos discriminado todos os incentivos que demos. Queremos fazer um pacto com a Firjan na defesa da indústria do estado do Rio. Ou fazemos um pacto entre as federações e ninguém mais dá incentivos ou a guerra fiscal vai continuar”.


Outros destaques: