Paralimpíada Escolar prega inclusão da criança com deficiência

Terminou nesta sexta-feira (22) a 13ª edição da Paralimpíada Escolar. O evento, que é considerado o maior do mundo para jovens com deficiência em idade escolar, reuniu 1.220 atletas de todo o país (de 12 e 17 anos) no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo.

Foram disputadas 12 modalidades voltadas a estudantes com deficiências físico-motoras, visuais e intelectuais. Nessa última categoria houve uma novidade, uma subdivisão para jovens com síndrome de Down no atletismo e na natação.

“Essa iniciativa fisiologicamente foi necessária porque é uma classe que leva uma desvantagem muito grande (em relação a outros atletas com deficiência intelectual). O Comitê Paralímpico Internacional (IPC) ainda não reconheceu, mas aqui é um palco para experimentar”, afirmou o coordenador de Desporto Escolar do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), Ramon Pereira.

paralimpiada escolar

Paralimpiada escolar serve como porta de entrada para jovens atletas – Douglas Magno

Cinquenta e cinco crianças e adolescentes com Down participaram do evento esportivo e puderam experimentar provas diferentes. “Fiz salto em distância e arremesso do peso, mas preferi a corrida”, disse a gaúcha Emanuela Formaggionni, de 14 anos, exausta após a disputa dos 250 metros na pista de atletismo.

A prova foi vencida pela paranaense Karina Kamily, também de 14 anos, para satisfação da dona de casa Roseli Pereira, que acompanhava a jovem e outras duas atletas com Down no evento: “É para eles sentirem que podem participar de qualquer coisa, que não podem ser excluídos. Acho isso muito importante. Ficamos emocionados”.

Inspirações

A Paralimpíada Escolar é uma porta de entrada para jovens que sonham com uma carreira no paradesporto. “Em janeiro vamos pegar 117 atletas das modalidades que oferecemos para uma vivência de alto-rendimento, que é o camping escolar. O objetivo do CPB é incentivar desde cedo o alto-rendimento para que essas crianças defendam o Brasil em Mundiais e Paralimpíadas”, afirmou Ramon Pereira.

E não faltam exemplos para a garotada seguir. Medalhistas paralímpicos nos Jogos do Rio, em 2016, o nadador Talisson Glock, o jogador de goalball Leomon Moreno e a velocista Verônica Hipólito também passaram pela disputa escolar.

Verônica, aliás, é a inspiração da mineira Emilly Camilly, de 15 anos, que ganhou sua bateria nos 250 metros na classe T11 (deficiência visual total) sub-16. “Ela é humilde, tem garra e isso serve de inspiração. Mostra que, apesar da deficiência, você é alguém na vida”, declarou Emilly.

paralimpiada escolar

Centro de Treinamento Paralímpico recebeu evento que promoveu a inclusão – Douglas Magno

Já a sergipana Kelianny dos Santos (vencedora na mesma classe e faixa etária de Emilly) corre ao lado de um espelho para seguir. Atleta-guia na Paralimpíada Escolar, Jadson Santos Souza está na briga por índice para representar o Brasil na Paralimpíada de Tóquio, no ano que vem, na classe T20 (deficiência intelectual).

“Se abaixar meu tempo, talvez consiga a vaga em 2020. Então, estou dando inspiração para que ela chegue junto comigo em Tóquio”, disse.

Além do esporte

João Vitor, de 15 anos, nasceu com má formação nas duas pernas. Apesar de também jogar basquete em cadeira de rodas, prefere o vôlei sentado. Na Paralimpíada Escolar, o paulista foi, inclusive, treinado pelo técnico da seleção masculina da modalidade, Célio Mediato.

O jovem quer seguir carreira e tem o apoio da mãe adotiva, Maria do Carmo. Caso não dê certo, ela não tem dúvidas de que o contato com o esporte já valeu a pena. “Ele está desenvolvendo não só o corpo, mas também a cabeça. Está mais solto, comunicativo. Ainda tem um pouco da timidez, que é natural dele. Mas sinto ele muito melhor”, disse emocionada.

paralimpiada escolar

Jovens tiveram a oportunidade de experimentar modalidades como o basquete em cadeira de rodas – Douglas Magno

De fato, entre mais de 1.200 crianças e adolescentes, talvez nem todos se tornem atletas. Mas, para Ramon Pereira, do CPB, o legado da Paralimpíada Escolar vai além do resultado esportivo.

“Infelizmente, em muitos estados, um aluno com deficiência acaba dispensado da educação física porque o professor ou instrutor não tem informação de como planejar uma atividade inclusiva. Certamente, uma criança que sai daqui vai até ensinar esse professor a como ela pode ser incluída nas atividades. Isso é muito importante, pois dá voz e ação à criança com deficiência”, concluiu.

16 Comentários

  • I just want to mention I am newbie to weblog and seriously enjoyed your web blog. Almost certainly I’m going to bookmark your blog . You absolutely have good article content. Appreciate it for sharing your blog site.

  • Spot on with this write-up, I actually think this website requirements considerably more consideration. I’ll oftimes be once again to learn additional, thank you for that information.

  • That is a good tip particularly to those new to the blogosphere. Short but very precise info… Appreciate your sharing this one. A must read post.

  • Having read this I believed it was really informative. I appreciate you finding the time and energy to put this article together. I once again find myself spending way too much time both reading and leaving comments. But so what, it was still worth it.

  • Oh my goodness! Incredible article dude! Thank you, However I am going through difficulties with your RSS. I don’t understand the reason why I am unable to join it. Is there anybody else having the same RSS problems? Anyone that knows the answer will you kindly respond? Thanks!

  • I’m typically to running a blog and i actually admire your content. The article has really peaks my interest. I am going to bookmark your web site and hold checking for new information.

  • Today, taking into consideration the fast life style that everyone leads, credit cards have a huge demand throughout the market. Persons throughout every discipline are using credit card and people who aren’t using the credit cards have made arrangements to apply for just one. Thanks for revealing your ideas about credit cards.

  • Howdy! This post could not be written much better! Looking through this article reminds me of my previous roommate! He always kept talking about this. I will forward this information to him. Fairly certain he’s going to have a great read. Many thanks for sharing!

  • I have been exploring for a bit for any high quality articles or weblog posts on this kind of house . Exploring in Yahoo I finally stumbled upon this web site. Reading this info So i am satisfied to convey that I have a very excellent uncanny feeling I came upon just what I needed. I most definitely will make certain to don¡¦t put out of your mind this site and provides it a glance regularly.

  • magnificent put up, very informative. I ponder why the other specialists of this sector don’t notice this. You must continue your writing. I’m sure, you’ve a great readers’ base already!

  • Today, considering the fast life style that everyone is having, credit cards have a huge demand in the economy. Persons coming from every arena are using credit card and people who not using the card have made arrangements to apply for even one. Thanks for spreading your ideas on credit cards.

  • I have witnessed that costs for on-line degree authorities tend to be an excellent value. Like a full 4-year college Degree in Communication from The University of Phoenix Online consists of 60 credits from $515/credit or $30,900. Also American Intercontinental University Online makes available Bachelors of Business Administration with a full school element of 180 units and a tariff of $30,560. Online studying has made taking your college degree been so cool because you can earn your degree through the comfort in your home and when you finish working. Thanks for all the tips I have certainly learned through the blog.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com