Osorio concorda que empresas de ônibus foram grandes doadoras em campanhas

30 de agosto de 2016

Paulo Cappelli

– Candidato à prefeitura do Rio saiu de saia-justa após comentário de ambientalista durante debate público na Ilha do Governador –

Rio – Candidato do PSDB à prefeitura, Carlos Osorio tem habilidade para sair de saias-justas. Em debate aberto ao público, na Ilha do Governador, ouviu o ambientalista Sérgio Ricardo dizer que o transporte rodoviário é o mais usado no Rio porque empresas de ônibus foram, por anos, grandes doadoras de campanhas de políticos. Ao lado do ambientalista, o ex-secretário municipal de Transportes não se abalou. Osorio balançou a cabeça positivamente e concordou: “É verdade.”

Em 2013, então secretário, Osorio admitiu que a prefeitura usou estudo encomendado por empresários do setor para definir o aumento do preço das passagens.

Reajuste

Em janeiro deste ano, quando Osorio era secretário estadual de Transportes, o governo aumentou em 10,48% a tarifa dos ônibus intermunicipais, que passou de R$ 3,15 para R$ 3,50.

Doações

Até o momento, o maior doador da campanha de Osorio à prefeitura é… o próprio candidato. Em declaração ao Tribunal Superior Eleitoral, ele disse ter em caixa R$ 75 mil; dos quais R$ 45 mil, o equivalente a 60%, vêm do próprio bolso. Os outros R$ 30 mil foram doados pelo empresário Jorge da Silva Sales, que atua nos ramos de incorporação e administração.

BRT preocupa

Pela primeira vez a operação dos ônibus BRT entrou na lista das dez principais reclamações recebidas pela prefeitura — a maioria relativa a buracos no corredor Transoeste. Os dados, referentes ao segundo trimestre deste ano, são do movimento Rio Como Vamos com base na central de teleatendimento 1746.

Segurança

Em palestra a universitários, ontem, Indio disse que, se eleito, criará a Secretaria Municipal de Segurança Pública. O tema nunca foi tão abordado, e por tantos candidatos, numa eleição municipal.

A grana e a grama

A Prefeitura de Itaguaí atrasa a bolsa-atleta de integrantes da seleção brasileira de kung-fu, mas contratou empresa, por R$ 510 mil, para plantar um jardim vertical em uma praça.

Leia também...

Loading...
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Leitores On Line