Operação Ronda Maria da Penha é inaugurada em Feira de Santana

As mulheres de Feira de Santana vítimas de violência doméstica com medidas protetivas passam a contar, a partir de hoje (23), com a Operação Ronda Maria da Penha que garantirá maior fiscalização sobre os agressores. O secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, inaugurou, ao lado do comandante-geral da Polícia Militar, coronel Anselmo Brandão, a unidade, localizada no Centro de Referência Maria Quitéria.

"Esta é a quarta sede instalada no estado em menos de dois anos e nossa pretensão é ampliar ainda mais o serviço oferecido pela ronda, mostrando aos agressores que, ao contrário do que a maioria deles pensa, existe punição severa para a violência doméstica", afirmou Barbosa.

O titular da SSP também anunciou a ampliação do quadro de servidores policiais da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher do município, com a chegada de mais delegados e investigadores. Já o comandante-geral da PM, destacou a responsabilidade dos policiais que vão atuar na ronda, exigiu muita dedicação e lhes desejou boa sorte nesta nova missão.

Sob o comando da tenente Edlene Silva dos Anjos, a unidade ficará responsável por fiscalizar o cumprimento de 998 medidas protetivas, expedidas pela Justiça de Feira de Santana. Segundo explicou a comandante, de 2015 aos dias atuais, mais de 2500 registros de violência doméstica foram anotados na Deam/Feira de Santana.

“Um número alarmante”, constatou. Para  a comandante, as feirenses já têm a coragem necessária para denunciar os agressores. " Com o lançamento da ronda a contribuição da PM para  a prevenção deste tipo de crime será maior", finalizou. A Ronda Maria da Penha contará com 14 policiais e duas viaturas exclusivas para o serviço.


Outros destaques: