Operação da PF investiga desvios de recursos públicos na Paraíba

22 de novembro de 2018

A Polícia Federal, em parceria com Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), deflagrou a Operação Recidiva para combater um esquema criminoso que desviava recursos públicos de municípios da Paraíba, fraudando licitações. O valor investigado, entre 2015 e 2018, chega a mais de R$ 20 milhões.

O alvo da ação criminosa eram as licitações destinadas a obras de infraestrutura, de educação e de saúde. “A operacionalização era feita mediante a utilização de empresas de fachada e pagamento de propina a funcionários públicos, com posterior lavagem desse capital”.

Os policiais federais cumprem desde cedo 15 mandados de prisão, 27 de busca e apreensão e 17 de sequestro de bens, em residências, sedes de empresas e prefeituras dos municípios de Barra de Santa Rosa, Brejo do Cruz, Emas, Imaculada, Juru, São José do Bonfim, São Sebastião de Lagoa de Roça e Teixeira.

A Justiça Federal também autorizou o sequestro de todos os bens móveis e imóveis dos investigados, no valor de R$ 2,3 milhões.

Leia também...

Loading...
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com