Opções gastronômicas é o que não falta no Rio

O Dia

– Os Ximenes, Bar do Adão, Refeitório Orgânico e o Patifaria são algumas das opções que os cariocas tem para aproveitar uma boa comida –

Rio – Feijoada, comida orgânica,. hambúrguer… O que não faltam são excelentes opçoes gastronômicas no Rio, algumas bastante em conta e sempre buscando a variedade, às vezes num só local. Sócio do Os Ximenes, na Lapa, Eriberto Ximenes, o Ximeninho, mistura a oferta de cerveja gelada e petiscos a pratos que se tornam atrações entre os turistas, como a feijoada da casa, a R$ 44,70 para duas pessoas.

“Ela é conhecida internacionalmente, tem gente da França que vem aqui comer”, alegra-se, dizendo que faz um prato “light” e que corta itens como costela, lombo, orelha. Outros pratos que ele destaca são a caldeirada de frutos do mar, a R$ 68,30 para uma pessoa. E a picanha de alcatra, a R$ 56,30. “Picanha geralmente é associada ao lagarto, mas nós inovamos. Pegamos toda a carne e limpamos, e servimos com batata frita, farofa e arroz. Se o cliente quiser, pode colocar arroz de brócolis”.

Em Botafogo, o Refeitório Orgânico, especializado em comida orgânica, serve buffet diariamente (a R$ 38 nos sábados e feriados e R$ 28 de segunda a sexta) e ainda foca em pratos especiais como o bobó de shitake (às quartas), e o bobó de pupunha orgânicom cogumelos (quinta) e a feijoada vegetariana, com ingredientes indianos como tofu e bardana, além de cenoura e carne de soja (sexta). Os pratos do dia saem a R$ 24. Já o tradicional Rancho das Morangas, em Sulacap, é especializado em frutos do mar e em rãs. Oferece rã à milanesa a R$ 18 a unidade e tem música ao vivo sexta, sábado e véspera de feriado.

O Bar do Adão da Lapa, tem — como é público e notório — uma variedade enorme de pastéis. Os mais pedidos são o de carne (R$ 4,90), camarão (R$ 5,70) e camarão, alho poró e catupiry (R$ 6,90). Tem pastéis doces como o de Sonho de Valsa (R$ 5,90). E tem itens como a batata caipira — batata frita com calabresa, alho e parmesão (a R$ 29,90). Bem pertinho, também na Lapa, o tradicional Nova Capela vai de pratos como cabrito com arroz de brocólis, batatas coradas e alho frito (R$ 153,00, serve três pessoas) e maminha à Oswaldo Aranha, com maminha, batata frita portuguesa,farofa (a R$ 112, serve duas pessoas), harmonizando com vinhos e trazendo o tradicional chopp gelado.

Dois lugares vêm se destacando pela qualidade de seus hambúrgueres. O Patifaria tem duas lojas (Tijuca e Méier) e inaugura mais uma em Jacarepaguá em novembro. Um dos itens mais queridos do cardápio — e um dos mais recentes — é o Mamute Burguer, com pão de linguiça calabresa, queijo cheddar em lascas, farofa de bacon e molho de creme de tomates secos com alcaparras e pepperoni, a R$ 43. No Bourn Burguer, na Lapa, que promete uma filial na Zona Norte para breve, rolam itens como o Combo Brasileiro, que mistura carne blend da casa, pão de tapioca, queijo canastra, molho chutney de banana, alface, tomate e cebola roxa, a R$ 42,90.

Já para quem deseja estar do outro lado do balcão, o Colégio e Curso Daltro Netto oferece cursos de gastronomia para todas as idades. 


Outros destaques: