O DIA ajuda estudantes a definir futuro na carreira profissional – AGÊNCIA BR

O DIA ajuda estudantes a definir futuro na carreira profissional

23 de novembro de 2016

O Dia

– Nesse momento de decisão, o que se vê de uma maneira geral é muita dúvida diante de tantas possibilidades profissionais. Então, por onde começar? –

Rio – Esta coluna, que a partir de hoje você encontrará no site, pretende se colocar ao lado do estudante que está em meio ao difícil processo de escolha da carreira profissional. Essa decisão é uma das mais importantes da nossa vida e, muitas vezes, o jovem fica sozinho para enfrentar essa dificuldade. Há sugestões de pais, amigos, professores… Mas quem decide no final é o próprio estudante. Nesse momento de decisão, o que se vê de uma maneira geral é muita dúvida diante de tantas possibilidades profissionais. Então, por onde começar?

OLHAR PARA DENTRO

Antes de olhar o vasto cardápio de possibilidades profissionais, é preciso que o jovem faça uma análise de si mesmo, de seus gostos e suas habilidades. Essa é a orientação da psicóloga paulista Adriana Severine, que trabalha auxiliando os estudantes nesse processo de decisão. “Primeiro, é preciso identificar o que mais gosta de fazer”, sugere. “Mas, atenção: não obrigatoriamente se deve destacar aquela tarefa ou matéria escolar onde a pessoa se sai bem, mas realmente a que mais gosta”. Segundo Adriana, o interesse por uma determinada área é meio caminho andado para se sair bem em uma profissão. “Sucesso na carreira não é só ganhar dinheiro, mas também acordar na segunda-feira e ficar feliz porque é dia de trabalhar no que se gosta”, diz a psicóloga.

BÚSSOLA
EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA AVANÇA
Cada vez mais, o Ensino a Distância (EAD) conquista adeptos no país. De acordo com o Censo EAD.BR, divulgado pela Associação Brasileira de Educação a Distância (Abed), há registro de 5 milhões de alunos em 2015, o que representa 1,1 milhão a mais de estudantes que em 2014. O número de tutores e professores dedicados ao setor também aumentou, passando de 28,7 mil profissionais, em 2014, para 48,1 mil educadores, em 2015. Os resultados de 2016 deverão seguir essa tendência de alta.

CARREIRA VOLTADA PARA O SOL
Uma das áreas promissoras para os próximos anos é a ligada à captação e distribuição de energia solar. Diante da escassez de outras fontes energéticas, os chamados sistemas fotovoltaicos serão cada vez mais utilizados. “Esse mercado vai conquistar grande público nos próximos anos”, diz Sandra Silva, diretora da escola técnica que leva seu nome. “O curso de refrigeração e climático também tem tido muita procura, porque falta mão de obra qualificada”, completa. 

ALTERNATIVA À UNIVERSIDADE
A maior parte dos estudantes mira no curso universitário, mas é preciso chamar atenção para a possibilidade de seguir um bom curso técnico. Não faltam escolas de qualidade oferecendo cursos que são uma alavanca para conseguir bons empregos. “O ensino médio técnico é um facilitador na hora da inclusão do jovem no mercado de trabalho”, confirma Teresa Daltro, diretora colégio e curso Daltro Netto,que ao longo de 70 anos de atuação já formou mais de 200 mil alunos. 

ENEM

A segunda aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016, que ocorrerá nos dias 3 e 4 de dezembro, gerou o custo de R$ 10.512.564,33. Cálculos do Inep incluem os gastos com impressão, aplicação, correção e distribuição das provas e materiais administrativos.

Leia também...

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Leitores On Line