Nelson Vasconcelos: Hora de arregaçar as mangas

15 de outubro de 2016

O Dia

– A gente tem que entender que, se os empregos estão escasseando, a solução é partir para criar o próprio mercado –

Rio – Programão imperdível para quem ama tecnologia. Será agora em novembro, no Rio, o Picnic Brasil 2016, festival de inovação já famoso pelo mundo. É a primeira vez que o evento será fora da Europa, o que não deixa de ser deferência importante.

Um dos pontos altos é a presença do Mitch Altman, um dos hackers mais bem cotados da comunidade. Ele vai trocar ideias com a galera durante o Maker Faire Rio, espaço criado para expor ideias baseadas na cultura do “faça-você-mesmo”.

E o caminho, pelo jeito, é esse mesmo. A gente tem que entender que, se os empregos estão escasseando, a solução é arregaçar as mangas e partir para criar o próprio mercado. Como somos um país com talento para inovação, é bom prestar muita atenção ao que a turma do Picnic vai dizer nos seminários.

Por ora, é esse o recado. O Picnic vai ocupar o Parque Lage entre 3 e 5 de novembro. A programação completa está em picnicbrasil.com. Vale o investimento. Não vou perder.

E por falar em trabalho…

A Google abriu seu programa de estágios, válidos por seis meses. É uma ótima oportunidade para entrar no mercado de trabalho já conhecendo como funcionam diferentes setores de uma grande empresa.

O Google Business Internship é voltado para as áreas de Vendas e Gerenciamento de Contas, Produto e Suporte ao Consumidor e Marketing e Comunicação. Os candidatos deverão se formar no fim de 2017. O processo seletivo é online, mas o estágio será em São Paulo. Mesmo assim, acho que vale a pena. As inscrições estão abertas até o dia 2 de dezembro, por meio do http://bit.ly/EstGoo. Boa sorte.

Cuidado com noivos da Internet

Parece até brincadeira, mas o alerta é da Organização das Nações Unidas (ONU). Grupos terroristas estão atraindo mulheres do Brasil nas redes sociais, com a intenção de conseguir vistos de entrada aqui no país. Parece que os caras são bons de conversa.

Depois de algum tempo de relacionamento virtual, prometem casamento e tudo. Apaixonadas, elas acabam se responsabilizando pelos noivos perante a Justiça brasileira. Com isso, eles ficam livres para fazer o que bem entendem. Pelo sim, pelo não, é bom ficar de olho nas paixonites via internet.

Leia também...

Loading...
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Leitores On Line