MP vai notificar Setur e construtora por desabamento no Centro de Convenções

A Secretaria Estadual de Turismo (Setur) e a empresa Metro e Engenharia e Consultoria, responsável pelas obras de reparo no Centro de Convenções da Bahia, serão notificadas pelo Ministério Público após o desabamento da fachada ocorrido na última sexta-feira, 23. Dois policiais militares e um vigilante ficaram levemente feridos.

A notificação, com solicitação de esclarecimentos e indicação de responsáveis, deve ser entregue ainda nesta segunda-feira (26), conforme a promotora Rita Tourinho informou ao jornal Correio. Segundo a promotora, o órgão solicitou este ano uma perícia do Centro de Convenções ao departamento de perícias do MP.

Entre outras demandas, a requisição pedia ao departamento a lista de obras necessárias para que o espaço pudesse ser reativado sem risco para os visitantes.A área atingida do Centro de Convenções será liberada para perícia na noite desta segunda-feira (26), 72h após a ocorrência, quando estará garantida a estabilidade da estrutura. Um drone foi utilizado pelo Corpo de Bombeiros para filmar, sem risco para o efetivo, as áreas comprometidas do prédio.

O Centro estava previsto para reabrir as portas no dia 15 de outubro, um pouco mais de um ano após ser fechado para reformas emergenciais, que custaram R$ 15 milhões. Com o desmoronamento, o XVII Congresso Internacional de Odontologia da Bahia, que seria realizado no espaço entre os dias 2 e 6 de outubro, foi transferido para a Arena da Fonte Nova.


Outros destaques: