Motoristas e cobradores de São Paulo suspendem paralisação marcada para hoje

16 de maio de 2017

O Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores do Transporte Rodoviário de São Paulo suspendeu a paralisação prevista para a tarde de hoje (16). A decisão foi tomada após uma reunião que envolveu representantes das empresas e da prefeitura. Segundo o sindicato, os empresários pediram 24 horas para apresentar uma nova proposta à categoria.

O movimento que deveria interromper o serviço de transporte coletivo entre as 14h e 17h, é contra o reajuste oferecido de 3% em duas parcelas, considerado baixo pelos trabalhadores, e o projeto com o objetivo de acabar com a função de cobrador na cidade.

Há pouco mais de um mês, o prefeito João Doria anunciou que em quatro anos as passagens do transporte público serão pagas por meio de cartão do Bilhete Único, dispensando a necessidade de cobrador dentro do ônibus. Doria afirmou que a mudança não causará demissões.

No início de abril, começaram os testes com veículos sem utilizar os serviços de cobradores em uma linha na zonal sul da cidade. Segundo a prefeitura, atualmente, apenas 6% dos usuários de ônibus na cidade pagam em dinheiro. A grande maioria (94%) utilizam modelos do Bilhete Único, sistema que concede descontos por fidelidade ou nas integrações com outros modais. 

O Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de São Paulo disse, por meio de nota, que o setor de transporte passa por uma crise e que as empresas têm recorrido a empréstimos para manter as obrigações em dia. “No último ano, o setor dos transportes por ônibus tem sido afetado, drasticamente, pela queda de passageiros pagantes e pela diminuição da atividade econômica, com sérios impactos na arrecadação municipal. Esta situação tem gerado constantes atrasos nos repasses de recursos orçamentários, provocando resultado financeiro negativo para as empresas.”

Leia também...

Loading...
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Leitores On Line