Mistério Tricolor: Guto Ferreira decide esconder a escalação

21 de outubro de 2016

“Eu não vou escalar o time, não”. Com essa frase, curta e objetiva, o técnico Guto Ferreira surpreendeu a imprensa na coletiva de ontem pela manhã, logo após os trabalhos no CT do fazendão. O treinador desta vez quebrou sua rotina e não revelou o time titular do Bahia que vai começar jogando contra o Oeste, neste sábado, pela 32ª Rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Durante entrevista coletiva concedida na manhã desta quinta-feira, no Fazendão, o treinador não confirmou a entrada de Victor Rangel e Tinga nas vagas do suspenso atacante Hernane e do contundido lateral-esquerdo Moisés, as duas modificações prevista com relação à equipe que venceu o Brasil de Pelotas por 1 a 0. 

O treinador do Bahia fez questão de exaltar o crescimento de rendimento de Tinga nas últimas partidas, onde o jogador, que é lateral-direito, teve que atuar na esquerda por conta das lesões de Moisés e João Paulo Gomes. 

“Pode jogar Tinga, João Paulo. João Paulo está de volta. Vamos ver quem nós vamos escolher. Mas, mais importante do que quem está dentro de campo, é estar confiante. Com a força de expressão, graças a Deus, o Tinga vem começando a ter respeito pelo trabalho muito sério que vem realizando dentro do clube e que, às vezes, as pessoas não conseguiam entender e reconhecer. Agora sabem e entendem as suas limitações e as suas virtudes. Todos nós temos limitações e virtudes. Muitas vezes, as pessoas preferem pontuar as nossas limitações que exaltar as virtudes. Quando as coisas estão bem, nossas virtudes são exaltadas.

Quando não estão bem, as nossas limitações é que são pontuadas. Deus queira que a gente possa só exaltar, daqui até o final, as virtudes de cada jogador, torcedor”, comentou o técnico Guto.
 

Leia também...

Loading...
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Leitores On Line