Maria Gadu e a banda Blitz se apresentam de graça em Salvador

O novo Rio Vermelho recebe, neste fim de semana (24 e 25), uma programação cultural que inclui atividades infantis e shows à noite.

No sábado e domingo, das 14h às 17h, no Espaço Toca Raul, Nairzinha vai animar as crianças com seu projeto Cirandando Brasil, com ações lúdicas que envolvem desde contação de histórias até dança, com canções voltadas para o mundo infantil e brincadeiras como picula e chicotinho queimado, além de construção de brinquedos com materiais recicláveis.

Já o Largo da Mariquita, próximo à Vila Caramuru, vai receber atrações locais e nacionais. A abertura no sábado (24), às 19h30, fica por conta do grupo Quabales, criado no Nordeste de Amaralina por Marivaldo dos Santos, percussionista do grupo nova-iorquino Stomp.

O grupo contará com a participação especial de Lazzo Matumbi, e trará uma mistura de músicas autorais, performances e releituras de diferentes estilos musicais, prometendo muitas inovações nas performances, já uma marca registrada do Quabales.

Para Marivaldo dos Santos, tocar em um bairro com uma grande diversidade cultural é um presente não só para os artistas, mas para o público em geral. “A expectativa é sempre fazer um bom trabalho e mostrar para as pessoas a alegria do que a gente faz, despertando também a emoção delas através do olhar sobre a arte. Tocar no Rio Vermelho, num evento desse porte, é gratificante demais, porque além do público, nossos amigos, nossas famílias vão estar lá. Isso é um espetáculo a mais para nós”.

Logo depois do grupo percussivo, a banda Blitz comandada por Evandro Mesquita promete embalar o público do local. Para o cantor, a expectativa de se apresentar em Salvador é a melhor possível. “A Bahia é nossa segunda casa, já fizemos muitas músicas falando da Bahia e estar no Festival da Primavera vai ser demais, estamos super empolgados”.

O grupo promete canções que fazem parte da história da Blitz, a exemplo de “Weekend”, “Dali de Salvador”, “Você Não Soube Me Amar”, “A Dois Passos do Paraíso”, além de novas canções do disco “Blitz Aventuras II”, e homenagens a artistas da terrinha, como Raul Seixas e outros grupos também dos anos 1980.

No domingo, a programação musical do Largo da Mariquita começa às 18h30, com o grupo Samba do Pretinho.

Criada em Salvador como forma de diversão por amigos músicos, a banda vem com seu samba diferenciado fazendo uma mistura de ritmos, mesclando canções autorais a exemplo de O Pretinho É Bom, com sucessos de outros artistas brasileiros, além do bom velho samba de roda que promete não deixar ninguém parado.

Com o recente álbum “Guelã”, Maria Gadu também vai se apresentar no local no domingo (25), às 20h30, e promete um mix variado composto por canções do novo trabalho e de discos anteriores, desde “OBloco” até “Ne Me Quitte Pas” e “Dona Cila”.

A cantora, que estourou em 2009 com a música Shimbalaiê, afirma estar ansiosa com a apresentação, a primeira gratuita na cidade. “Sempre tenho boas expectativas quanto a Salvador. Me sinto feliz. Salvador sempre nos recebe de braços e sorrisos abertos. Estamos chegando cheios de amor pra dar”, disse a intérprete, que disse ainda achar democrático a ideia do show ao ar livre.

Para o público que vai curtir a apresentação, Gadu manda um recado: “Que as pessoas saiam de suas casas em paz, pra se divertir e aproveitar. Estaremos todos a fim de passar uma energia pacifica e feliz. O show é de todos e vamos transformar tudo em amor”.

O Festival da Primavera acontece até o próximo dia 30.


Outros destaques: