Justiça de São Paulo remove todas as armas de fóruns do estado

As armas de todos os fóruns do estado de São Paulo foram removidas pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) e levadas a depósitos, onde será feita triagem e o encaminhamento pertinente de cada armamento. Segundo o tribunal, a remoção ocorreu em um “esforço concentrado” entre os dias 22 e 27 de junho.

Após roubo de armas nos fóruns de Guarujá, no dia 3, e de Diadema, no dia 17 do mês passado, novos procedimentos foram anunciados pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP) e pelo TJ-SP no último dia 19, após reunião entre representantes dos órgãos da Justiça e do estado.

Na ocasião, definiu-se uma “logística mais apurada” para que, em curto espaço de tempo, pudesse ser removido maior número de armas de fóruns para os Comandos de Policiamentos de Área da Polícia Militar. A prioridade passou a ser a transferência das armas de maior potencial lesivo.

De acordo com o TJSP, em decorrência das ações já realizadas nos últimos meses, 15.543 armas foram encaminhadas ao Exército para destruição, sendo que o tribunal agilizou os procedimentos junto ao Comando do Exército para que um número maior passasse a ser recebido e destruído semanalmente.

“Dessa maneira, o TJSP conseguiu resolver a grande dificuldade que tinha em termos de segurança nos fóruns do estado para a guarda de armas, com o trabalho conjunto da Comissão de Segurança Pessoal e de Defesa das Prerrogativas dos Magistrados, das Assessorias Policiais Militar e Civil, da Secretaria de Primeira Instância e dos juízes assessores da Presidência e da Corregedoria-Geral de Justiça”, divulgou o tribunal.

De acordo com o Tribunal de Justiça, foi editado o Provimento nº 2.345, de 21 de junho de 2016, pelo Conselho Superior da Magistratura, segundo o qual as armas vinculadas a processos judiciais não são mais encaminhadas aos fóruns após a perícia, e sim remetidas imediatamente para destruição ou para melhor equipar as forças de segurança. “Em caso de excepcional interesse para os feitos respectivos, as armas são depositadas em espaço especial sob a guarda das nossas polícias”, informou o TJSP.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com