Identificado corpo de médico desaparecido na Via Parafuso

Um exame da arcada dentária confirmou a identificação do corpo do médico Luiz Carlos Correia Oliveira, 62 anos. A vítima foi dada como desaparecida desde o o dia 2 deste mês. Seu corpo foi achado no dia 14, na Via Parafuso, em Camaçari,perto do veículo do médico, mas somente ontem foi identificada pelo Departamento de Polícia Técnica.

Segundo nota da Secretaria de Segurança Pública, o Departamento de Antropologia Forense, ainda confecciona outros laudos para revelar a causa da morte. 

De acordo com o diretor do Instituto Médico Legal (IML), o perito médico Mário Câmara, a identificação via arcada dentária é tão segura quanto a de DNA ou pela datiloscopia (através das digitais.

O veículo do médico foi encontrado no último dia 11, carbonizado,. O carro foi periciado no local, mas até aquela data não havia sinal do corpo vítima. 

O corpo do médico desaparecido – já em estágio de esqueletização, que é mais avançãdo do que a decomposição –  foi encontrado pela 22ª Delegacia Territorial (Simões Filho), no dia 14 de outubro, mesma data em que foi removido ao Instituto Médico Legal. 

No dia 18, amigos e familiares fizeram um protesto fruto da falta de informações sobre o caso. A mobilização contou com a participação de médicos, auditores fiscais do Trabalho, servidores e alunos da UFBA (onde Luiz Carlos ensiava).

INVESTIGAÇÃO
O médico foi visto pela última vez saindo em seu carro, do condomínio onde mora, em Piatã, no dia 2 de outubro, por volta das 19h40. Imagens das câmeras de segurança mostram que o motorista estava sozinho e parecia falar ao celular quando saiu de casa e não voltou mais.

O caso é investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, que já ouviu os dois filhos de  Luiz Carlos ainda na fase de buscas.
 


Outros destaques: