Hillary afirma que ação do FBI é "profundamente preocupante"

Hillary Clinton, candidata à presidência dos Estados Unidos pelo Partido Democrata, declarou que a decisão do FBI de reabrir a investigação de seus e-mails privados no período em que era secretária de Estado de Barack Obama é "profundamente preocupante" dias antes da eleição. 

O diretor do FBI, James Comey, disse para congressistas, em carta, que a instituição está investigando uma nova leva de e-mails que parecem ser pertinentes para a investigação sobre o sistema privado de mensagens de Hillary. 

A candidata democrata disse para eleitores na Flórida que Comey deve divulgar os "fatos completos e totais" sobre a investigação do FBI.

Donald Trump, candidato à presidência do Partido Republicano, afirmou que o caso faz parte de um escândalo político e espera que a questão traga novas dúvidas sobre a confiabilidade de Hillary. 

A candidata acusou Trump de usar o caso para confundir e enganar eleitores na reta final da campanha. As eleições ocorrem dia 8 de novembro.

Leia mais...