Freiras violam clausura para escapar da morte depois de terremoto na Itália

Freiras do convento de Santa Maria della Pace, situado na cidade de Norcia, violaram regras centenárias de clausura e saíram às ruas em pânico para escapar do terremoto de magnitude 6,5 na escala Richter que atingiu a região central da Itália na manhã deste domingo (30/10).

O monastério fica no centro do município, cuja basílica, situada logo ao lado, foi destruída pelo tremor, e suas ocupantes tiveram de deixar o edifício às pressas, ajudadas pelos bombeiros. As imagens das freiras em fuga, transmitidas ao vivo pela emissora "Sky TG24", logo viralizaram na internet.

A gravação mostra as irmãs saindo da nuvem de poeira que cobria a rua que passa ao lado da basílica. A mais jovem delas chega correndo na praça, e as outras a seguem, sem fôlego. Uma, a mais velha do grupo, não consegue passar sobre as pedras e é levada pelos bombeiros até uma área segura.

As freiras do convento de Santa Maria della Pace têm uma presença discreta, mas muito apreciada em Norcia. A ordem foi fundada em 1385, na mesma cidade, pela beata Lucia da Valcaldara, que, aos 15 anos, decidiu se fechar na casa do pai ao lado de sete companheiras para se dedicar à vida religiosa.

Ainda não se sabe a extensão dos danos provocados pelo terremoto no convento, cuja igreja abriga o corpo da beata Lucia. "Após o tremor, todas as irmãs fugiram, e isso é uma boa notícia. Queremos voltar ao nosso convento, mas não sabemos quando será possível", disse uma das freiras de Santa Maria della Pace. 

Mensagem do Papa

O papa Francisco afirmou estar rezando pelas pessoas atingidas por mais um forte terremoto na Itália neste domingo (30).

"Exprimo minha proximidade ao povo da Itália central atingido pelo terremoto. Também nesta manhã houve um forte tremor. Rezo por todos os feridos e pelas famílias que sofrerem os maiores danos, como também pelas pessoas empenhadas no socorro e na assistência. O Senhor Ressuscitado lhes dê força e que Maria vos proteja", disse o Papa após o Angelus, sob muitos aplausos da Praça São Pedro.


Outros destaques: