Florence cobra dados sobre cartão corporativo do governo

O líder do PT na Câmara, Afonso Florence (BA), apresentou nesta segunda-feira, 31, um requerimento na Mesa Diretora da Casa cobrando informações sobre os gastos do governo Michel Temer com publicidade e uso do cartão corporativo por membros do Executivo.

O petista questiona os gastos nos seis primeiros meses do governo Temer e dirige o pedido de explicações ao ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha. Florence pergunta quais agências de publicidade foram contratadas, quanto foi gasto na veiculação da propaganda oficial em rádio, TV, revistas e blogs entre maio e outubro deste ano.Na justificativa, Florence argumentou que as verbas públicas devem estar sob constante vigilância da sociedade e do Congresso.

Para o petista, há sinais de seletividade na distribuição das verbas publicitárias, privilegiando quem “fala bem do governo”. “Cabe ao Congresso Nacional, no exercício das suas funções constitucionais, fazer com que a aplicação desses recursos obedeça a critérios objetivos e que, na medida do possível, seja assegurada a isonomia na distribuição desses valores”, disse o líder, em nota divulgada pela assessoria do PT na Câmara.

Sobre os gastos com cartões corporativos, Florence diz que há informações de que o governo tem “escondido” esses dados. “Então é preciso cobrar essas informações para que haja um efetivo controle social acerca dos gastos com os cartões corporativos”, afirmou. O petista pede que o Palácio do Planalto informe quem usa os cartões e quanto foi gasto neste período.