Flávio Ricco: Record terá prejuízos com Geraldo toda noite

O Dia

– É curioso observar como essa questão veio a se tornar um vale-tudo, com um número de rounds ainda imprevisível para chegar ao final –

Rio – Se a Record vai fazer prevalecer ou não a ideia de um programa diário com o Geraldo Luís, só saberemos na próxima quarta-feira, em uma reunião agendada pelo vice Marcelo Silva.

Na oportunidade, Douglas Tavolaro já terá retornado de Portugal, como outra peça importante de uma tropa de choque que, de todas as formas, vai tentar convencer o resistente Geraldo a aceitar.

É curioso observar como essa questão veio a se tornar um vale-tudo, com um número de rounds ainda imprevisível para chegar ao final. Mas suponhamos que o Geraldo, por bem ou por mal, acabe aceitando e em 2017, a partir de fevereiro ou março, passe a se apresentar todas as noites, com um programa que até agora não existe, mas que não passará de mais uma tentativa para derrubar o Ratinho no SBT.

E o que poderá acontecer? A partir de um determinado momento, Ratinho e Geraldo irão dividir o mesmo tipo de público, com fortes indicativos de que os dois poderão sair perdendo. Essa, com todo cenário montado e personagens escolhidos, já pode ser vista como mais uma tragédia anunciada, embora não se tenha ideia ainda do número de mortos ou feridos no seu final.

Convocação

A Record está chamando todos os seus principais contratados para a gravação das vinhetas de lançamento da nova logomarca. Pela ordem, Rodrigo Faro, Marcelo Rezende, Marcos Mion e Luiz Bacci, cada um isoladamente, já fez a sua parte.

É recorde

O Prêmio do Multishow, realizado na última semana, é sempre interessante, pelo pessoal que participa e a oportunidade de ver apresentações como a do Ney Matogrosso. Mas também chama atenção pelo número de beijos trocados. Programa nenhum de televisão, nem as mais melosas novelas, chega a um número tão elevado.

Jogo é hoje

Por causa das eleições de amanhã em algumas capitais e várias cidades, a rodada do Brasileirão será desmembrada entre hoje e segunda-feira. ‘Estrelas’ e ‘Caldeirão’ terão suas exibições antecipadas, por causa do futebol às 16h30.

Prejuízo

A prática de anunciar qualquer coisa e quebrar a programação o tempo todo para intervalos intermináveis sempre causa prejuízo. O ‘Hoje em Dia’, da Record, perde o ritmo e não consegue dar continuidade nos assuntos abordados muito por causa disso. Algo que por tabela também compromete a audiência.

Plantão

Globo e Record cederam seus artistas para o Teleton, semana que vem, no SBT. Outras concorrentes, no entanto, reclamam que até agora não receberam pedidos para liberar os seus artistas. A Band, segundo a sua direção é uma dessas, até porque não existe qualquer problema entre as duas. Plantão A RedeTV!, neste domingo, à meia-noite, vai levar ao ar um programa especial, com os resultados e comentários do segundo turno das eleições. Participações de Amanda Klein, Mariana Godoy, Boris Casoy e Reinaldo Azevedo.

Reflexo da crise

O ‘Fantástico’ traz neste domingo uma reportagem especial sobre os efeitos da crise econômica na vida dos brasileiros. Em um ano, mais de 1 milhão de brasileiros deixaram de ter plano de saúde. É o fim. E isso num país onde a saúde pública é um caos. Desde 2010, não havia uma queda tão brutal no número de usuários. Trabalho da repórter Monica Marques.


Outros destaques: