FBI retoma investigação sobre e-mails de Hillary Clinton

EFE

– A reabertura do caso ocorre na reta final da campanha para as eleições presidenciais do dia 8 de novembro –

Washington – O FBI reabriu nesta sexta-feira a investigação sobre o servidor de e-mail privado utilizado pela candidata democrata à presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton, enquanto era secretária de Estado entre os anos de 2009 e 2013, informou o diretor do órgão, James Comey.

“O FBI teve conhecimento da existência de mensagens de e-mail que parecem ser pertinentes para a investigação”, indicou Comey em carta dirigida aos presidentes de vários comitês do Congresso dos EUA.

“Estou de acordo que o FBI deve tomar medidas de investigação apropriadas para permitir que os investigadores revisem essas mensagens de e-mail para determinar se elas contêm ou não informações sigilosas, assim como para avaliar sua importância dentro do caso”, completou o diretor do órgão.

Comey, que indicou ter sido informado sobre a reabertura ontem, disse que o FBI ainda não foi capaz de determinar se esse novo material é “significativo” para a investigação. Ele também não deu prazos para que o trabalho de verificação esteja concluído.

A reabertura do caso ocorre na reta final da campanha para as eleições presidenciais do dia 8 de novembro, na qual a ex-primeira-dama enfrenta o empresário republicano Donald Trump.


Outros destaques: