Esplanada: ministro pode retirar da PF as atividades de Polícia Administrativa

25 de junho de 2017

O Dia

– Meta é deixar tudo com departamento especial do Ministério da Justiça –

Brasília – Passeia no gabinete do ministro da Justiça, Torquato Jardim, um calhamaço com o plano de retirar das mãos da Polícia Federal as atividades de Polícia Administrativa, questão de segurança nacional para o Governo, como controle de imigração, passaportes e fiscalização de segurança privada.

A meta é deixar tudo com departamento especial do MJ. Agentes e delegados são contra. O escopo enfraquece a PF. 

Guerra do diploma

O CADE vota na quarta o processo de fusão da Kroton com a Estácio, as gigantes do diploma universitário. Em jogo, o monopólio de um filão: o ensino à distância.

Aviso prévio

Senadores foram avisados por ministros que o presidente não quer traição na votação da reforma Trabalhista no plenário. Há lista de seus apadrinhados na mesa de Temer.

Estilo

Os Josés Sarney, pai e filho, rasparam de leve os bigodes. Isso é um sinal.

Ninho em chamas

O PSDB completa 29 anos no domingo, sem ter o que festejar no atual cenário: partido sem protagonismo no Governo, rachado sobre apoio ao Palácio, com seu principal nome na porta do camburão e afastado do Senado.

Tucano abatido

Em 2016, o então ativo senador Aécio Neves presidia o partido e figurou como garoto-propaganda do aniversário de 28 anos na TV: “É com seriedade que o PSDB comemora seus 28 anos de vida. . . e com respeito a cada cidadão brasileiro”.

Reparação

A despeito do fim da Comissão da Verdade, a História segue. Mãe do guerrilheiro Pedro Alexandrino de Oliveira, morto na Guerrilha do Araguaia, Diana Maria Piló Temporão, 94 anos, recebeu em maio R$ 111.360,00 de indenização da União.

Justiceiros do bem

O processo que autorizou o pagamento de indenização teve como relatora a procuradora regional da República Eugênia Augusta Gonzaga, presidente da Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos (CEMDP) do Ministério dos Direitos Humanos.

Estratégia

O Palácio analisa hipóteses para vencer a denúncia do PGR Janot contra Temer. Até esvaziar o plenário da Câmara no dia da votação, diante dos ‘aliados indecisos’.

Tô bem!

Adivinha quem ganha com o embargo da carne brasileira pelo Governo dos EUA? Joesley Batista. Ele é o maior vendedor de carnes no país. E sua exportação de proteína animal do Brasil é em grande parte para China, Rússia e Europa.

Efeito colateral

A reforma tributária é alvo de críticas de entidades. Estimativas do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário indicam que a alteração da cobrança do PIS-Cofins pode levar a perda de dois milhões de empregos no setor de serviços.

Garupa infantil

Pela velocidade da tramitação, transporte de crianças menores de 11 anos em motos tem dias contados. Projeto do deputado Victório Galli (PSC-MT), que o torna infração no Código de Transito, foi aprovado na Câmara e seguiu para análise do Senado.

Som na caixa

Nomes conhecidos do funk, de hoje e dos anos 90, como Anitta, Valeska Popozuda, Mc Marcinho, Cidinho e Doca, devem aparecer no Senado para discutir em audiência proposta pelo senador Romário Faria (PSB-RJ) a ‘criminalização do funk’. Alias, Romário quer que um deles cante no plenário. 

Faz sentido

De um sábio leitor, 88 anos, sobre o envelope com fezes recebido pelo gabinete do presidente da Câmara, Rodrigo Maia: “Cocô no envelope não é crime. Grana sim…”

Ponto Final

Começaram as festas juninas pelo País. Alertamos ao povo: cuidado com as quadrilhas. Há rojão para todo lado.

Coluna de Leandro Mazzini

Leia também...

Loading...
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Leitores On Line