Erguido pela primeira vez há 200 anos, Big Brothers Cirkus resiste ao tempo

4 de junho de 2017

Francisco Edson Alves

– Filhos dos artistas são as esperanças da arte circense de raiz –

Rio – Com chapéus estilo Charlie Chaplin e olhares deslumbrados, Lucas, de 6 anos, e Luan, 2, observam os pais, Marcos Martins, 34, e Talita Pinheiro, 30, se maquiarem para o próximo espetáculo.

Atrás do picadeiro do Big Brothers Cirkus — da quarta geração da família Lestar, que há 200 anos mantém o circo vivo, agora erguido em Volta Redonda, no Sul Fluminense — os pequenos irmãos já dão na pinta de que seguirão os passos dos pais, os palhaços Poranguinha e Lili. Eles são da trupe de 60 artistas de um dos últimos 50 circos itinerantes de médio porte que ainda circulam pelo Estado do Rio.

Famílias de artistas circenses posam em frente ao Big Brothers Cirkus%2C em Volta Redonda

Famílias de artistas circenses posam em frente ao Big Brothers Cirkus%2C em Volta Redonda

Foto: Estefan Radovicz / Agência O Dia

“As crianças são nossas esperanças para salvar e perpetuar o circo raiz, que dispensa tecnologias e vive puramente da arte repassada de pais para filhos”, diz o presidente da Associação Brasileira do Circo (Abracirco), José Leite, lamentando que, além dos 50 circos médios, somente outros 50 pequenos estão espalhados pelos municípios fluminenses. “Isso é metade do que havia há dez anos”.

Inocente, Lucas grita, orgulhoso: “Vou ser que nem meu pai!”, garante, imitando os trejeitos, caras e bocas de Poranguinha. Por conta de leis de proteção infantil, menores de idade só podem atuar com autorizações judiciais, desde que a participação em números não afete sua formação moral e nem estudos. Dependendo do município, a atuação é completamente vetada, como em Volta Redonda. “Por enquanto, eles só brincam de palhaço, mas já notei que têm dom”, atesta Marcos.

Alberto Borges%2C 50%2C malabarista%2C ao lado do filho Alberto Jr.%2C 27%2C e do neto Raduan%2C 3. Três gerações da família no circo

Alberto Borges%2C 50%2C malabarista%2C ao lado do filho Alberto Jr.%2C 27%2C e do neto Raduan%2C 3. Três gerações da família no circo

Foto: Estefan Radovicz / Agência O Dia

Para José Leite, burocracias com documentações, escassez de terrenos, com aluguéis altos dos que ainda estão disponíveis (chegam a custar até R$ 25 mil por mês), taxas de ocupação exorbitantes, ausência de políticas de apoio circense e até vendavais são alguns dos motivos para a redução da quantidade de circos, que não passam de 2 mil no país.

“Estimamos que os circos ainda de pé atraiam um público mensal de 1 milhão de espectadores e empreguem 35 mil profissionais diretamente. Podia ser, no mínimo, o dobro”, calcula Leite.

Palhaça vive drama diário

Ewerton Lestar, 45, dono do Big Brothers Cirkus, reclama de “burocracias”, mas se orgulha de manter a tradição da família, com três lonas, atualmente em Volta Redonda, Nova Iguaçu, na Baixada, e Taubaté (SP). “Vivemos da arte e da resistência”, resume.

No picadeiro, trapezistas, equilibristas, contorcionistas e palhaços encantam. Fora dele, histórias clássicas de amor e superação. Como a de Talita, que sofre de esclerose múltipla, doença degenerativa e sem cura. “Acredito na lei do retorno. Transmito coisas boas”, diz, justificando novos exames, inalterados. “Milagre. Ela é do bem”, apóia Marcos, que fugiu do pai alcoólatra com o circo, onde vendia balas, aos 12 anos, depois da morte da mãe.

Marcos e Talita%3A amor e superação sob a lona

Marcos e Talita%3A amor e superação sob a lona

Foto: Estefan Radovicz / Agência O Dia

Astros do globo da morte, onde cruzam de moto a 70 Km por hora, Alberto Jr., 27, filho do malabarista Alberto, 50, nascido em circo, e o boliviano Giovany La Fuente, 38, brincam que “raptaram as esposas”, também artistas.

Silvana, 32, mãe de Raduan, 3, saiu de Ipanema, Zona Sul, e casou-se com Alberto Jr. E Tainá, mãe de Linka, de 1 ano, confessa: “fugi de casa (no interior paulista) para me casar com Giovany. Somos todos felizes”.

Leia também...

Loading...
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Leitores On Line