Embaixada da Bélgica recebe convidados para jogo decisivo com Brasil

Adversários em campo hoje (6), em jogo válido pelas quartas de final da Copa do Mundo da Rússia 2018, Brasil e Bélgica mantém, no campo diplomático, um histórica relação de amizade e cooperação. Prova disso é o clima de descontração que tomou conta da embaixada do país europeu em Brasília, que abriu suas portas nesta sexta-feira para receber cerca de 60 pessoas, entre integrantes da comunidade belga que vive na cidade, mas também diplomatas de outros países, autoridades brasileiras, familiares e amigos. 

Otimista, o embaixador Dirk Loncke recebeu os convidados com um largo sorriso e um palpite certeiro: os diabos vermelhos vencem a seleção brasileira por 2 a 1 hoje, gols do atacante Lukaku, artilheiro do time, e o meia Hazard. Cerveja e batata belga garantem o clima descontraído na área externa da embaixada, onde foi instalada uma tenda e um telão. Bandeiras belgas e brasileiras compõem o ambiente.  

“Espero que a defesa do Brasil seja menos forte que o ataque da Bélgica hoje”, projeta o embaixador, ao fazer referência a um dos times que mais marcou gols nesse mundial contra a defesa menos vazada, a brasileira, que só tomou um gol até agora, no jogo do estreia contra a Suíça. 

“Somos adversários, mas não somos inimigos. Estamos aqui para confraternizar”, afirma o secretário nacional de Justiça, Luiz Pontel, um dos convidados da embaixada para ver o jogo. Apesar disso, Pontel não se faz de rogado e aposta em um 3×1 para o Brasil. 

A comunidade belga no Brasil soma atualmente cerca de 4 mil pessoas, segundo o embaixador. As relações entre os dois países são sólidas. Em 1922, o Rei Albert I foi o primeiro soberano do mundo a visitar o Brasil após a a proclamação da República.  

 

  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com