Em busca da igualdade

25 de junho de 2017

O Dia

– Ranking de melhores empresas para trabalhar premia ações de apoio à presença de mulheres em ambiente corporativo –

Rio – O Instituto Great Place to Work (GPTW), consultoria que elabora rankings das melhores empresas para trabalhar, volta a sua atenção para a igualdade de gêneros no ambiente corporativo. O Projeto Diversidade, que passou integrar a lista, passou a premiar as melhores empresas para a mulher no país. Foram 144 inscrições — 80 delas cumpriam o pré-requisito de ter 15% de mulheres no quadro geral e 15% de gestão.

Kelly chegou a ficar afastada%2C por problemas de saúde e teve apoio do Prezunic. Mas práticas assim ainda são raras no país

Kelly chegou a ficar afastada%2C por problemas de saúde e teve apoio do Prezunic. Mas práticas assim ainda são raras no país

Foto: Divulgação

A Aspen Pharma e a Visagio, ambas do Rio, foram premiadas na última edição. E adotam práticas de igualdade de gêneros. A Aspen Pharma iniciou a inclusão de ao menos uma mulher no processo seletivo de vagas historicamente ocupadas por homens. Essa prática aumentou o percentual de mulheres no cargo de alta liderança executiva, que dobrou e hoje é de 30%.

A rede varejista carioca Prezunic, que ingressou sete vezes na lista das melhores empresas para trabalhar no Rio e no país, emprega 7 mil pessoas. E 48% dos cargos são ocupados por mulheres. O grupo chileno Cencosud, integrado pelo Prezunic, tem a meta de tratar o funcionário com igualdade.

É o caso de Kelly Cristina dos Santos, de 44 anos —13 deles na rede de supermercados. Ela começou como atendente de caixa, foi fiscal de loja e hoje presta atendimento ao cliente. No começo de sua trajetória profissional, Kelly precisou conciliar o trabalho com a criação do afilhado. Um problema de saúde a fez ficar um ano afastada. Mas sempre contou com a assistência da empresa. “Esse tipo de tratamento, de cuidado com as pessoas, nos faz querer ficar e crescer aqui dentro”.

Apesar das boas iniciativas, ainda há uma desigualdade relevante quanto aos salários e a presença nos cargos de gestão.

Mulheres ganham menos

Segundo a Síntese de Indicadores Sociais 2016 do IBGE, a diferença do salário médio mensal nos trabalhos formais e informais continua relevante. Em 2015, o rendimento médio dos homens ficou em R$ 2.012 e das mulheres em R$ 1.522, uma diferença de R$ 490. “Percebemos que são necessárias algumas políticas que forcem a inserção de mulheres nas empresas, mesmo que seja por cotas ou algum cuidado para manter diversidade de gênero”, propõe Lina Nakata, gerente de conteúdo do GPTW.

Pequenas

O ranking das melhores empresas de pequeno porte para se trabalhar no estado do Rio de 2016 é encabeçado pela Cefet Jr., empresa de Engenharia e Gestão com 88 funcionários. A Zoom, um site comparador de preços e produtos, aparece em segundo lugar. Em terceiro, está a Lumis, empresa especializada em criar soluções digitais.

Médias

A lista de empresas de médio porte no Rio é liderado pelo JW Marriott Hotel, um Resort de luxo localizado em Copacabana que possui 270 funcionários. Com 508 empregados, a SCJohnson figura na segunda posição. E, em terceiro lugar, está a Radix, empresa de Engenharia e Desenvolvimento de Software, com 379 colaboradores.

Grandes

Com um quadro de 1.351 funcionários, o Losango, banco de soluções financeiras, lidera a lista das grandes empresas cariocas. A Ancar, pioneira no setor de shoppings centers que conta com 4.021 empregados, aparece em segundo. A terceira posição ficou com o Grupo Icatu Seguros.

No país e no mundo

Entre as multinacionais no país, o prêmio foi para o Google, também escolhida como a melhor empresa para se trabalhar no mundo. A Elektro Eletricidade e Serviços SA ficou em primeiro entre as grandes empresas. Entre as médias, o título ficou com a SAMA S. A. – Minerações Associadas.

Leia também...

Loading...
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Leitores On Line