É um jogo de farsas, diz Lídice da Mata ao defender Dilma

31 de agosto de 2016

A senadora Lídice da Mata (PSB-BA) afirmou nesta terça-feira, 30, em discurso final no processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff (PT), que os depoimentos revelaram que não houve crime de responsabilidade da presidente.

A senadora baiana reforçou que o processo de impeachment deixou claro um ‘conluio’ entre o Tribunal de Contas da União (TCU), do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, e o presidente interino Michel Temer.“As inúmeras manifestações dos senhores senadores impuseram um quadro completo e evidenciaram toda trama. Muitos capítulos ainda não foram revelados, mas o tempo implacável trará tudo a luz do sol.

Mas muitas coisas ficaram cristalinas. O conluio dos técnicos do TCU, o patrocínio do partido derrotado nas urnas, o gasgter político, Eduardo Cunha, e sua vingança.

A traição de um vice presidente que articulou para derrubar a presidente. A deslealdade de pessoas que usufruíam de cargos. A presidente Dilma Rousseff não cometeu nenhum crime de responsabilidade e aí se apela para o conjunto da obra. Não tem outro nome: é golpe parlamentar. É um jogo de farsas””, disse Lídice.

Leia também...

Loading...
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Leitores On Line